Sintomas de má circulação nas mãos e pernas

,
Má circulação

Sentes os teus pés inchados e frios? Tens uma sensação de formigueiro? Se a tua resposta for sim em ambas as situações, podes ter má circulação. Não te assustes, pois é bastante comum e muitas pessoas sofrem desse mal.

Hoje explicamos-te porque é que a má circulação nas pernas e nas mãos ocorre regularmente e quais são os fatores que a desencadeiam. Também te damos algumas dicas sobre como o remediar. Continua a ler!

Tens problemas de circulação?

Os problemas de circulação resultam da dificuldade que o sangue tem em fluir corretamente através das veias e artérias. Para que ocorram, existem alguns fatores de risco. Estes impedem o fluxo sanguíneo adequado e são semelhantes aos que causam endurecimento das artérias ou aterosclerose.

Por exemplo, os problemas de circulação e os seus sintomas são evidentes em pessoas com o seguinte perfil: fumador com mais de 50 anos ou diabético com mais de 70. Outras causas incluem:

  • Tensão arterial elevada.
  • Elevados níveis de colesterol.
  • Stress.
  • Obesidade.
  • Fatores hereditários.
  • Maus hábitos alimentares (dieta baseada no consumo de gordura saturada).
  • Sedentarismo
  • Consumo regular de álcool e tabaco.

Descobre todos os sintomas

Reconhecer o que pode causar um problema circulatório ou a frequência com que este manifesta os seus sintomas é essencial para consultar um especialista. Por isso, vamos mostrar-te alguns dos sintomas mais comuns de má circulação:

  • Tornozelos e pés inchados.
  • Comichão nas pernas.
  • Cãibras nas pernas.
  • Manchas vermelhas nas pernas.
  • Coloração azulada ou pálida em áreas com problemas de circulação.
  • Presença de varizes.
  • Pele seca, fria e escamosa.
  • Sensação de adormecimento, picadas ou formigueiro nas pernas.
  • Grietas nos calcanhares.
  • Ausência de pelos nas pernas.

Todos estes sintomas que estão associados aos problemas de circulação nas pernas tendem a piorar no final do dia e são muito mais pronunciados quando passas muito tempo de pé. É algo que acontece a alguns profissionais, tais como hospedeiras, cabeleireiras ou empregados que trabalham de pé.

Da mesma forma, outros fatores que podem agravar os sintomas incluem o calor, o ciclo menstrual e o uso de sandálias planas ou saltos altos.

Má circulação nas mãos

A má circulação nas mãos pode ser causada não só pelos fatores acima mencionados, tais como um estilo de vida sedentário, diabetes, tensão alta e abuso de álcool, tabaco ou cafeína, mas também por manter as mãos em posições inadequadas.

Os sintomas habituais neste caso são:

  • Mãos frias.
  • Adormecimento dos dedos.
  • Formigueiro.
  • Enxaquecas.
  • Falta de sensibilidade nas manos.
  • Inchaço e dor nas mãos e nos braços.
  • Cãibras.
  • Enfraquecimento das unhas.

Problemas de circulação nas pernas

Os fatores que podem desencadear uma má circulação nas pernas são:

  • Permanecer muito tempo sentado, em pé ou de pé com as pernas cruzadas irá dificultar o regresso do sangue ao coração.
  • O envelhecimento natural dos vasos pode afetar e causar alguns sintomas de má circulação.
  • A obesidade e o sedentarismo também impedem o retorno venoso, o que pode levar ao inchaço e ao cansaço das pernas.
  • Doenças crónicas como a diabetes e a hipertensão podem levar a uma má circulação se não forem devidamente tratadas.
  • Uma mulher que toma contraceptivos aumenta o risco de formação de trombos, o que interfere diretamente com a sua circulação.
  • Durante a gravidez, as mulheres produzem mais líquido porque precisam de manter a irrigação da placenta. Como consequência, o trabalho das veias torna-se mais difícil. Além disso, é produzida relaxina, uma hormona que dilata as veias e torna mais difícil o regresso do sangue ao coração.

Conhecer todos os sintomas acima e a sua origem torna mais fácil “solucionar” a má circulação. Recomendamos-te que consultes um especialista, mas também te oferecemos uma série de dicas para melhorar a tua circulação.

Conselhos para melhorar a circulação

A circulação dos teus membros inferiores pode ser comprometida por posturas prolongadas durante o teu horário de trabalho e pela falta de tempo livre para desporto ou atividade física.

Por isso, se estas situações te soam familiares, aqui estão algumas recomendações sobre como cuidar das tuas pernas com estes remédios.

1. Usa sapatos confortáveis

Se normalmente usas saltos altos, tenta que não sejam excessivamente altos. O ideal é que o teu calçado largo e confortável. Também devem ser respiráveis e ter uma sola que isole e amorteça os teus passos.

2. Hidrata-te por dentro e por fora

Sabes qual a quantidade de água que deves beber por dia? Dependendo do teu sexo, idade e atividade, esta quantia pode variar. No entanto, 1,5 a 2 litros por dia é o ideal. Esta recomendação é ainda mais importante para pessoas com problemas de circulação.

Tal como tens uma rotina facial para cuidar e hidratar o teu rosto, também deves fazer o mesmo para o resto do teu corpo. Uma das áreas mais negligenciadas é a pele dos pés. Lembra-te de usar cremes específicos para prevenir a secura e o aparecimento de pele dura e gretas. Se já as tens, deves usar um bom creme reparador de pés.

3. Meias de compressão

Se passares longas horas de pé por causa do teu trabalho, as meias de compressão vão ajudar a prevenir a fadiga e melhorar a tua circulação.

Podes perguntar-nos sobre os tamanhos e medidas mais adequados para ti.

4. Evita fontes de calor diretas

As fontes de calor diretas não são recomendadas porque os vasos sanguíneos dilatam e isto dificulta o retorno venoso do sangue. Isto significa que, tanto quanto possível, deves evitar estar demasiado perto de um radiador ou de uma lareira.

5. Faz uma dieta saudável e equilibrada

As infusões, cúrcuma, alho, caiena e frutos secos são altamente recomendados para promover uma boa circulação. Para além disso, é importante manter um equilíbrio certo entre a energia que ingeres e a que consomes. O excesso de peso pode ser o desencadeador dos teus problemas circulatórios.

6. Faz exercício físico

Praticar desporto regularmente tem grandes benefícios para a tua saúde. E um deles está relacionado com a melhoria da circulação, uma vez que tem um efeito venotónico. O que é que isto significa? Que fazer exercício promove a circulação aumentando o fluxo circulatório e fortalecendo a parede das veias.

Que tipo de atividades são as mais recomendadas? Dançar, andar de bicicleta, caminhar e nadar são algumas das melhores atividades. Da mesma forma, existem rotinas de exercício muito práticas para melhorar a circulação.

7. Evita estar sempre na mesma posição

Se passas muitas horas sentado ou em pé na mesma posição, é melhor começares a mudar este hábito. A nossa recomendação é que te habitues a mexer as pernas e os pés, faz caminhadas curtas e evita cruzar as pernas para que os colos femorais não se fechem. Estes são propícias a problemas circulatórios e varizes.

Se trabalhas num escritório e passas a maior parte do teu tempo sentado, é aconselhável usar um apoio para os pés.

8. Levanta as pernas

Depois de ficares em pé ou sentado durante muito tempo, é aconselhável deitares-te e pores as pernas acima do teu coração.  Além disso, as mulheres grávidas devem dormir para o lado esquerdo e colocar uma almofada entre as pernas para maior conforto.

9. Massaja os pés

Um duche com água fria nas pernas e uma massagem desde o pé até ao joelho irá ativar o fornecimento de sangue e aliviar tanto o peso como o inchaço. Creme Varesil e Greenpharmacy Creme para Pés de castanha e Uvas são dois dos produtos que podes usar para isso.

10. Consulta um podologista

Se tiveres algum dos sintomas e sinais que mencionámos ao longo deste artigo, seria sensato marcar uma consulta com um podologista. Este profissional de saúde irá realizar um exame de hiperqueratose ou calosidades plantar e das unhas. Também irá determinar se é necessário tomar medidas significativas ou iniciar um tratamento específico.

É possível evitar problemas de circulação?

Tanto a prevenção como os tratamentos apropriados dependem da gravidade da tua lesão. Em alguns casos, os especialistas consideram que é necessário um tratamento com medicamentos estimulantes da circulação e venotónicos. Mas, em outras ocasiões, os tratamento indicados são espumas especiais com as quais se preenchem as veias vasculares ou um bypass de safena.

Em qualquer caso, sempre que detetares pequenas alterações ou sinais que possam indicar que a tua circulação sanguínea piorou, recomendamos-te que consultes um especialista. A razão para isto é que muitas patologias não são isoladas, mas fazem parte de um processo sistémico ou crónico no qual também aparecem as disfunções renais ou cardíacas. Por esta razão, os tratamentos dependerão sempre da gravidade da tua lesão.

Na Atida | Mifarma aconselhamos-te a seguir os conselhos acima para prevenir problemas associados à má circulação. E lembra-te que estabelecer novos e bons hábitos irá melhorar não só a tua circulação, mas também o funcionamento geral do teu organismo.

Reme Navarro Escrivá

Farmacêutica e Nutricionista. Licenciada em Farmácia na Universidade de Valencia no ano 2007, Licenciada em Nutrição na mesma universidade em 2009. Dedicada ao mundo da saúde e da farmácia há mais de 15 anos. De reunião em reunião, na Atida eu escrevo este blog sobre temas que considero interessantes para a saúde e cuidado pessoal.

0 comentários

Deixa o teu comentário

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *