10 conselhos para atingir o orgasmo sozinho(a) ou em casal

,

Consegues atingir o orgasmo quando estás sozinho(a), mas não consegues quando estás com o teu parceiro? É possível atingir o orgasmo em simultâneo? Fica a conhecer todas as respostas para estas e outras perguntas neste artigo!

O objetivo final que temos na relação sexual é atingir o orgasmo e isso pode, às vezes, ser complicado. De facto, as estatísticas mostram-nos que 85,5% dos homens atingem o orgasmo na relação sexual enquanto que apenas 61,6% das mulheres o conseguem atingir.

Não te preocupes com isso, pois é inevitável que existam situações em que o clímax não seja alcançado. Além disso, é importante que não te esqueças que este não deve necessariamente ser o fim da relação sexual a dois, pois o objetivo é aproveitar o momento.

Em Mifarma, queremos transmitir-te que o importante é que desfrutes plenamente da relação sexual pelos benefícios que proporciona à tua saúde. Por isso, se quiseres saber mais, propomos-te várias dicas para que possas chegar ao orgasmo sozinho e a dois.

5 conselhos para atingires o orgasmo sozinho(a)

O orgasmo é um momento agradável em que perdes o controle do teu corpo, fazendo com que todo ele mergulhe em êxtase. A seguir, partilhamos contigo vários conselhos para que aprendas a desenvolver ao máximo a tua sexualidade e para que possas atingir o orgasmo sozinho(a).

1. Conhece o teu corpo como um todo

Tanto quando tens relações sexuais a dois como quando estás sozinho(a), é importante que evites concentrar-te no coito em si. Ao evitar isso, ser-te-á mais fácil aproveitares os encontros e atingires o clímax.

Dedica tempo para te conheceres; esquece por uns minutos os teus órgãos genitais e explora todo o teu corpo. Desta forma, poderás redescobrir algumas áreas esquecidas que também são capazes de proporcionar prazer. Fá-lo com as próprias mãos ou com a ajuda de determinados objetos, como uma caneta.

2. Desfruta do momento presente

Este conselho é especialmente importante para pessoas muito stressadas. Consiste em estar focado(a) apenas no momento presente e no que está a acontecer naquele instante.

Algumas pessoas desejam ter o controle total das suas vidas, e essa é uma das maiores desvantagens para que possam desfrutar de todas as sensações que o corpo pode proporcionar. Graças a atividades como o mindfulness, cada vez mais pessoas o conseguem. O nosso conselho é que prestes atenção aos odores, percepções, sensações… e que vivas cada momento tal como se apresenta!

Em seguida, transfere essas sensações para o sexo. Poderás criar um ambiente que te relaxe e que te leve a esqueceres-te de tudo e a focares-te no que sentes em cada momento em que te tocas e te acaricias.

3. Explora as tuas partes íntimas

Para que desfrutes ao máximo da tua vida sexual, além de conheceres o teu corpo de forma geral, também deves conhecer perfeitamente as tuas partes íntimas. Podes pegar num espelho e observá-las com atenção.

Com este pequeno exercício, aprenderás a acariciar esta área ao ritmo que pretenderes e descobrirás o que te dá mais prazer. Isto é muito importante no caso das mulheres, porque 70% delas só conseguem atingir o orgasmo através do clitóris. Desta forma, se não o conseguires durante a penetração, será necessário estimulá-lo com a mão, fazendo sexo oral ou em diferentes posições para poder desfrutar a dois.

4. Não te concentres unicamente na glande ou no clítoris

É bem sabido que, com a estimulação do pénis nos homens e do clitóris nas mulheres, direta ou indiretamente, o orgasmo pode ser alcançado. No entanto, as áreas adjacentes aos órgãos sexuais também podem produzir prazer e até mesmo gerar orgasmos. A razão é que a região perianal e perigenital possui numerosos nervos e ramificações que podem desencadear um grande número de sensações.

A aproximação à próstata, ao colo do útero, ao escroto, à vagina ou ao ânus pode produzir prazer. A razão é que os nervos enviam estímulos para a coluna vertebral que são canalizados para o cérebro. Isto ativa o serviço de recompensa e uma grande quantidade de hormonas do prazer são secretadas, as quais são altamente viciantes.

É, portanto, importante que descubras as zonas que mais prazer te dão! Se puderes estimulá-las adequadamente, a tua excitação aumentará e atingirás o orgasmo.

5. Usa sex toys

Já pensaste em usar brinquedos sexuais? Na nossa loja online, tens um grande número de dildos, anéis e outros elementos que irão estimular a tua imaginação e as tuas zonas erógenas; o que te ajudará a atingir o orgasmo.

5 conselhos para atingir o orgasmo em casal

Embora não seja fácil atingir o orgasmo ao mesmo tempo que o teu parceiro, pensar sempre nisso poderá ser pejorativo. Para lá chegar, é necessário que tenhas bastante prática e experiência e que conheças bem o ritmo e os “tempos” da pessoa com quem estás.

No entanto, é possível conseguir isso e, quando acontece, surge uma sensação única de conexão. Embora não seja fácil, às vezes chega sem que estejas à espera! Portanto, o importante é que te concentres em desfrutar.

O nosso melhor conselho é praticar, mas se quiseres algumas dicas para chegar ao orgasmo a dois, estás no sítio certo!

1. Comunicação e autoconhecimento

Estas são as principais chaves para atingir o orgasmo simultâneo. O autoconhecimento é fundamental para orientares o teu parceiro sexual e, da mesma forma, é necessário que saibas comunicar com ele(a) para que ele te diga o que precisa e vice-versa.

2. Conhecer os ritmos 

Para atingires o orgasmo simultâneo, é importante conheceres-te primeiro e, também, prestar muita atenção aos ritmos do teu parceiro. Quando sentires que o teu parceiro está prestes a chegar ao clímax, mas tu estás longe, podes mudar de posição e recomeçar com carícias ou pedir-lhe que te toque ou beije da maneira que mais te excita.

3. Não ter pressa

Deves tentar alcançar um elevado nível de excitação em ambos. Para fazer isso, é conveniente estender ao máximo os preliminares, os jogos eróticos e a estimulação. Além disso, atrasar o momento do orgasmo permitirá que aproveites ao máximo o encontro sexual e que seja possível que os vossos “tempos” correspondam um ao outro.

4. Saber o que funciona melhor e o que não funciona

Outro dos aspetos fundamentais para atingir o orgasmo com a tua cara-metade é saberes do que ele(a) gosta e do que não gosta. A compreensão é um dos pilares fundamentais de qualquer relacionamento. Da mesma forma, é necessário estares atento(a) com todos os sentidos para poderes “captar” o teu parceiro (a nível emocional, excitação, ritmo …).

5. Atenção plena

Um dos primeiros passos para atingir o orgasmo é relaxar a mente. É, portanto, importante que não fiques obcecado(a) em atingir o orgasmo. É melhor desfrutares em pleno do momento e verás que isso te levará a atingi-lo.

Com estes 10 conselhos para chegar ao orgasmo sozinho(a) ou em casal, em Mifarma queremos transmitir-te que o sexo é mais do que um orgasmo. Isto pode ser a cereja do bolo, sim, mas não significa que não haja um enorme prazer durante todo o processo. Fica ligado(a) às nossas redes sociais para mais dicas!

Reme Navarro Escrivá

Farmacêutica e Nutricionista. Licenciada em Farmácia na Universidade de Valencia no ano 2007, Licenciada em Nutrição na mesma universidade em 2009. Dedicada ao mundo da saúde e da farmácia há mais de 15 anos. De reunião em reunião, na Atida eu escrevo este blog sobre temas que considero interessantes para a saúde e cuidado pessoal.

0 comentários

Deixa o teu comentário

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *