Qual o impacto do teletrabalho nas nossas vidas: conselhos e ficheiros descarregáveis grátis

teletrabalho

teletrabalho

Após um mês e meio de confinamento, o teletrabalho já faz parte da rotina diária de muitas pessoas que, felizmente, continuam a trabalhar ativamente. Tanto as empresas como os trabalhadores tiveram de fazer um grande esforço para adaptar-se rapidamente, e sem grandes escolhas, a esta nova forma de organização. Vários estudos afirmam que 3 em cada 10 trabalhador se encontra atualmente a trabalhar a partir de casa.

O coronavírus leva muitas empresas a optar por continuar com essa modalidade e os seus trabalhadores já se estão também a adaptar a essa nova realidade. Mas será assim para toda a gente? Para o que, para alguns, é um paraíso, para outros, representa o inferno. O isolamento pode representar um fator de risco para o nosso bem-estar emocional e, consequentemente, pode afetar as nossas relações e a nossa prestação profissional.

Ter uma rotina é essencial para evitar o stress e a ansiedade. É fundamental continuar a praticar atividades que se costumavam realizar antes da quarentena para evitar quebrar o curso natural das coisas desta nova realidade. Neste artigo, tentaremos dar-te alguns conselhos para que possas encontrar no teletrabalho um reforço positivo e para que continues a ser produtivo profissionalmente.

CONSELHOS PARA ENFRENTAR O TELETRABALHO

teletrabalho1. Reinventa o teu próprio escritório

Procura um espaço em tua casa bem iluminado que possa transformar no teu pequeno escritório. Decora-o ao teu gosto e tenta mantê-lo sempre arrumado e organizado. Lembra-te de que apenas deverá ter o imprescindível para evitar tentações.

2. Define horários

Tal como acontece no escritório, devemos manter um horário de entrada e de saída para evitar trabalhar mais do que o suposto e evitar também o stress que tal possa causar. Além disso, é recomendado fazeres umas pausas no teu dia de trabalho. Está cientificamente provado que aumenta a produtividade. 

3. Estabelece prioridades

O facto de estar em casa e ter mais tempo para dedicar-te ao trabalho pode fazer com que queiras abraçar mais projetos e realizar mais tarefas, pelo que será importante que estabeleças prioridades a fim de finalizar trabalhos efetivamente importantes e evitar sobrecarregar-te com outros não tão essenciais.

4. Não percas o contacto com os teus colegas

O contacto humano é algo muito positivo no trabalho presencial e, nestes momentos, os colegas poderão ajudar-te a manter os pés na terra. Dizer um bom dia, despedir-se ao finalizar mais uma jornada de trabalho, tirar dúvidas, partilhar notícias atuais ou dar indicação dos horários das tuas pausas fará com que a essência da equipa se mantenha viva apesar da distância! A comunicação é o segredo durante estas semanas, pois fará com que sintas que não estás sozinho e poderá facilitar o desenvolvimento de várias atividades.

5. Afterworks virtuais

É muito importante continuar a manter estas pequenas reuniões “out of office” com os colegas de trabalho, uma vez que reforçam as relações interpessoais e o “team building”. Nestes momentos, podem falar de outros assuntos, distraírem-se e fazer algo tão necessário como rir! Algumas empresas têm proposto sessões virtuais nas quais praticam desporto em conjunto, fazem ioga ou aulas de meditação para relaxar após dias de trabalho intensos.teletrabalho

6. Aprende algo novo

Aproveita o tempo extra que tens em casa e aprende algo novo. A Internet está repleta de todo o tipo de cursos de todos os níveis e gostos para que possas escolher o mais adequado para ti. Inclusive, se preferires, poderás utilizar simplesmente 20 minutos para ver uma conversa de TED, ouvir um poadcast, fazer papelterapia ou ler artigos de um blog.

7. Pratica exercício físico

Não é nenhuma novidade que o sedentarismo tem efeitos negativos na nossa saúde. Como tal, é essencial mantermo-nos ativos após jornadas de trabalho. O exercício físico tem numerosos benefícios para a saúde, mas, principalmente, ajuda a manter o nosso bem-estar mental, melhorando a autoestima e a sensação de positivismo tão necessários durantes estas semanas de isolamento social. Além disso, contribui para evitar numerosas doenças, tais como a osteoporose, a hipertensão ou as crises diabéticas.

8. Hidrata-te!

Bebe água regularmente durante o teu dia de trabalho. É fundamental para conservar o nosso organismo em perfeitas condições e, acima de tudo, o nosso cérebro. A desidratação pode afetar o nosso rendimento cognitivo e a memória a curto prazo; além disso, também aumenta a circulação das hormonas do stress. No entanto, quando o cérebro está corretamente hidratado, verificam-se melhorias a nível da concentração e da memória. O que significa isto? Que pensamos mais rápido e, consequentemente, que aumentamos a nossa produtividade. 

9. Uma nova oportunidade

Trabalhar em casa pode significar uma grande oportunidade para mudar a relação que se tem com o trabalho. Talvez possas aproveitar o tempo que utilizas para deslocar-te ao trabalho para começar o dia com uma sessão de alongamentos, ioga ou meditação para reduzir o stress acumulado nos músculos. Além disso, não terás de enfrentar o trânsito logo de manhã! Também é uma oportunidade para todos os que têm filhos, pois poderão dedicar-lhes mais tempo antes de trabalhar, ou seja, é positivo para a conciliação familiar, assim como para a conciliação entre a vida privada e profissional.

teletrabalho

O mais importante para conseguir que o teletrabalho seja uma atividade benéfica é manteres-te positivo. Embora exista incerteza relativamente à situação atual, podemos ver a luz ao fim do túnel graças ao progressivo desconfinamento proposto pelo Governo.

No entanto, o teletrabalho veio para ficar em muitos setores, pelo que é fundamental manter uma atitude positiva e controlar o stress para fortalecer o nosso bem-estar emocional e, não menos importante, o nosso sistema imunitário.

Deixa os teus comentários e identificar-nos nas redes sociais: Instagram e Facebook.

Até breve #mifarmalover!

Reme Navarro Escrivá

Farmacêutica e Nutricionista. Licenciada em Farmácia na Universidade de Valencia no ano 2007, Licenciada em Nutrição na mesma universidade em 2009. Dedicada ao mundo da saúde e da farmácia há mais de 15 anos. De reunião em reunião, na Atida eu escrevo este blog sobre temas que considero interessantes para a saúde e cuidado pessoal.

0 comentários

Deixa o teu comentário

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *