DEVEMOS TOMAR VITAMINA D DURANTE A QUARENTENA?

devemos tomar Vitamina D durante a quarentena

devemos tomar Vitamina D durante a quarentena

Iremos hoje falar de um assunto muito importante, pelo qual muitos de vocês não têm perguntado nestes últimos dias: a vitamina D. A quarentena obriga-nos a permanecer em casa e, consequentemente, reduzimos a nossa exposição ao sol, que é a principal fonte de vitamina D no nosso organismo. Continua a ler este artigo e descobre como será possível obteres essa vitamina na quarentena! 

Como referimos anteriormente, a vitamina D é uma substância de que o nosso corpo necessita para funcionar corretamente. O sol ajuda-nos a obter essa vitamina, mas de que modo devemos atuar agora que nos encontramos em casa? Provavelmente alguns de vocês terão um terraço, um pátio ou uma varanda onde poderão conseguir captar a vitamina D de que precisam, mas… não é bem assim. O que deves fazer? Contamos-te isso já!

A primeira coisa que deves saber é que essa vitamina ajuda o teu corpo a absorver o cálcio, um dos principais elementos dos ossos e essencial também para o sistema imunitário, nervoso e muscular. Mas…

COMO SABEMOS QUE FALTA VITAMINA D NO NOSSO ORGANISMO?

É muito simples. O nosso organismo é muito inteligente e a falta dessa vitamina manifesta-se através de:

– Fadiga ou cansaço; 

– Um estado mais depressivo do que o normal; 

– Debilidade muscular;

– Insónias ou nervosismo;

– Desejo de comer doces;

– E cáries ou gengivite, entre outras coisas…

Embora o ideal para saber se temos carência dessa vitamina ou não seja realizar análises, caso tenhas estes sintomas é provável que o teu corpo te esteja a pedir desesperadamente VITAMINA D.

E agora que já sabes isto tudo, apenas tens de prestar atenção ao modo de obtenção dessa vitamina.

COMO OBTER VITAMINA D NA QUARENTENA?

Como referimos no início deste artigo, a vitamina D obtém-se através da exposição solar e da ingestão de alimentos ricos nessa vitamina. Como tal, se tens oportunidade de te expores ao sol sem sair de casa durante uns 20 minutos por dia, seria fantástico! Mas não te esqueças de que o deves fazer sempre, sempre, sempre com protetor solar e evitar as horas de maior calor, nomeadamente entre o meio dia e as 4h da tarde.

Caso não tenhas acesso ao ar livre a partir da tua casa para expores-te ao sol com protetor solar, poderás obter essa vitamina através da ingestão de alimentos ricos em vitamina D ou com a toma de suplementos alimentares.

DIETA À BASE DE VITAMINA D

Que alimentos são ricos em vitamina D? Destacam-se os seguintes: 

– A gema de ovo;

– Peixes gordos como o salmão, o atum e a cavala;

– Quase todos os lacticínios ou outras alternativas como o leite de soja, amêndoa ou de aveia; 

– Fontes vegetais como o abacate, os cogumelos ou o gérmen de trigo; 

– As sementes de girassol;

– E as ostras ou o fígado. 

Assim sendo, caso não consigas obter vitamina D através de uns minutos de exposição solar devido à quarentena, tenta manter uma dieta equilibrada à base destes alimentos.

Caso precises de mais quantidade dessa vitamina, poderás obtê-la através de suplementos vitamínicos apropriados para o efeito.

SUPLEMENTOS COM VITAMINA D

Algumas pessoas não conseguem alcançar o nível recomendado de vitamina D no sangue (entre 20 e 40 nanogramos por mililitro (ng/mL)). E deverás estar a questionar-te o seguinte: a que situação se deve isto? Há muitas pessoas que não conseguem incluir na sua dieta a quantidade de vitamina D necessária ou que não sintetizam com o sol. Como tal, não conseguem atingir os níveis recomendados de vitamina D.

Neste caso, o que recomendamos é complementares a tua alimentação com suplementos vitamínicos ricos nessa vitamina:

No entanto, lembra-te de que não deves abusar destes suplementos e ter uns níveis excessivos dessa vitamina, uma vez que poderia ser contraproducente para o organismo. 

E despedimo-nos com estes conselhos. Não te esqueças de que nos poderás encontrar nas redes sociais: Instagram e Facebook.

Obrigado e até breve #mifarmalovers!

Reme Navarro Escrivá

Farmacêutica e Nutricionista. Licenciada em Farmácia na Universidade de Valencia no ano 2007, Licenciada em Nutrição na mesma universidade em 2009. Dedicada ao mundo da saúde e da farmácia há mais de 15 anos. De reunião em reunião, na Atida eu escrevo este blog sobre temas que considero interessantes para a saúde e cuidado pessoal.

0 comentários

Deixa o teu comentário

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *