Enurese noturna infantil: porque é que a sua filha molha a cama

Enurese noturna infantil

A enurese noturna infantil é um problema que muitas famílias enfrentam diariamente. Isto pode indicar que alguma coisa não está bem. De qualquer forma, deve-se identificar a origem antes de se tomar uma decisão.

O que é a enurese noturna?

A enurese noturna infantil é definida como a eliminação involuntária de urina entre os 4 e 6 anos de idade. Isto ocorre na ausência de defeitos adquiridos ou congénitos no trato urinário.

Utiliza-se este termo para descrever fugas noturnas e o termo incontinência é reservado a fugas em qualquer outra altura do dia.

Tipos de enurese infantil

A enurese noturna infantil pode-se classificar em função do momento em que aparece e as condições a que está associada. Assim podemos distinguir diferentes tipos:

  • Primária. É aquela em que uma criança não fica seca à noite durante um período de pelo menos 6 meses.
  • Secundária. Este é o nome dado à enurese em crianças que tenham ficado secas durante um período de 6 meses ou mais.
  • Monossintomática. Estas crianças não têm outros sintomas associados com o trato urinário inferior.
  • Não monossintomática. Estas crianças têm outros sintomas associados com o trato urinário inferior. Por exemplo, também sofrem de incontinência diurna, irritação do trato urinário ou polaquiúria, fugas, fluxo urinário fraco, urgência de micção e diminuição ou aumento da frequência urinária.

Como é que a enurese noturna afeta as crianças? Causas possíveis

As crianças que molham a cama todas as noites podem ser demasiado stressantes para as famílias. As crianças podem-se sentir culpadas. Além disso, se passarem a noite na casa de um amigo ou num acampamento, vão ficar envergonhadas por molharem a cama.

Face a esta situação, muitos pais sentem-se desamparados porque não conseguem encontrar uma solução adequada. Mas a verdade é que as crianças deixam de molhar a cama por si próprias.

No entanto, os pais devem prestar apoio emocional durante esta fase, para evitar que as crianças se sintam envergonhadas e desconfortáveis. Quando confrontados com uma situação como esta, deve ser-lhes explicado que esta é uma parte normal do crescimento e que eventualmente irá desaparecer. O conhecimento de que outros membros da família experimentaram o mesmo problema durante a sua infância pode ser tranquilizador.

O que fazer com uma criança com enurese noturna infantil?

A primeira coisa a evitar é gritar, repreender, ridicularizar ou fazer a criança sentir-se culpada. É preciso mostrar apoio e reforço positivo para as suas conquistas. Assim, as noites secas podem ser celebradas como um presente imaterial mas valioso para a criança.

Tente levar a criança a beber mais líquidos durante o dia e um pouco menos antes de se deitar. Também se aconselha ir à casa de banho mesmo antes de ir para a cama. Deixe uma muda de roupa limpa ao lado da cama para que a criança possa vestir quando acordar e peça-lhe que a ajude a mudar os lençóis. Isto não é um castigo, mas sim uma parte do processo, porque então a criança percebe que a pode ajudar e vai-se sentir melhor.

Não deve usar uma fralda, pois isso impede-a de tomar consciência do problema. No entanto, pode colocar um protetor de colchão debaixo do lençol.

Causas possíveis da enurese noturna infantil

São várias as causa que podem desencadear a enurese noturna infantil. Todas se relacionam com a função anormal da bexiga e com a elevada produção de urina durante a noite. Em geral, estas causas podem ser de origem psicológica, social ou biológica.

  • Genética. Nas famílias onde isto não ocorreu antes, existe uma predisposição genética de 15%. É significativo, se comparado com os 77% de casos em que os pais eram enuréticos.
  • Atraso no amadurecimento. Há uma probabilidade de 30% nas crianças com atrasos na fala, na linguagem e na falta de coordenação motora.
  • Perturbações do sono. A enurese pode acontecer em todas as fases do sono. Está associado a crianças com síndrome da apneia do sono e narcolepsia.
  • Disfunção vesical. O volume de urina a cada micção e o volume que produz a vontade de urinar é pequeno.
  • Distúrbios do trato urinário. Refluxo vesicoureteral, bexiga alongada, infeções do trato urinário, evacuação disfuncional ou bexiga instável, entre outros.
  • Situações de stresse. A separação ou divórcio dos pais, morte de um dos pais, mudança de casa ou trauma na escola podem ser fatores desencadeadores de enurese secundária.
  • Psicofármacos. Alguns medicamentos como a teofilina, clozapina, lítio ou ácido valpróico podem induzir enurese noturna infantil.
  • Perturbações emocionais e comportamentais. As crianças que sofrem de enurese têm frequentemente uma doença psiquiátrica. No entanto, apenas uma minoria tem um transtorno emocional.
  • Treino de controlo da bexiga. É comum em famílias onde o treino da bexiga não tenha sido encorajado. Normalmente trata-se de famílias negligentes ou disfuncionais.
  • Classe social. Quanto mais baixo o nível socioeconómico da família, mais frequentemente esta situação ocorre.

Prevenção da enurese noturna infantil


As famílias devem compreender que a enurese noturna infantil é uma desordem benigna e que pode regular-se a si própria quando a criança atingir uma certa maturidade. No entanto, podem-se tomar algumas medidas nesta fase:

  • Diminuir a ingestão de líquidos antes de ir dormir.
  • Acordar e levantar as crianças para urinar durante a noite.
  • Oferecer apoio emocional às crianças para evitar a culpa e reduzir os efeitos secundários psicológicos.
  • Não castigar a criança.
  • Utilizar sistemas de recompensas.
  • Observar durante algumas semanas a evolução e fazer algum reforço positivo antes de iniciar o tratamento medicamentoso.
  • Fazer exercícios de controlo de retenção para aumentar a capacidade da bexiga, aumentando a ingestão de líquidos e retardando a micção.

Remédios naturais para a enurese noturna infantil

Algumas famílias preferem experimentar uma gama de remédios naturais para tratar a enurese noturna infantil antes de consultarem um especialista. A sabedoria popular e as tradições transmitidas de geração em geração nem sempre são compreendidas, mas podem funcionar.

Aqui estão alguns remédios naturais que não devem ser esquecidos.

Mirtilos

As suas propriedades adstringentes combatem a enurese. Do mesmo modo, são utilizados há muitos anos para tratar infeções do aparelho digestivo e do trato urinário.

Anis e milho

Acredita-se que as chamadas barbas de milho podem aumentar o conteúdo da bexiga. Este aumento do volume de urina pode ajudar os mais pequenos a fortalecer os seus músculos urinários. Por esta razão, são um grande treino para aprender a reter a micção durante a noite. Pode ser tomado como uma infusão.

Magnésio

Os alimentos que contêm este nutriente são muito úteis no tratamento da incontinência. Sementes, bananas, nozes e outros alimentos ricos em magnésio, como iogurte, são ótimos para incorporar na sua dieta.

Carvalho

Faça uma infusão com uma colher de chá de casca de carvalho partida. Beber 3 vezes por dia. As suas propriedades adstringentes serão de grande ajuda para os seus filhos que sofrem de enurese noturna infantil.

Canela

Mais uma vez, este é um produto adstringente no sistema urinário. A incorporação de canela é muito mais fácil do que outros temperos ou alimentos. Pode deitar uma colher de chá ao seu pequeno-almoço, lanche ou sobremesa. Por exemplo, pode preparar leite-creme com um pau de canela.

Rábano

Tem um grande poder antisséptico, é ideal para aliviar o gotejamento nos estágios iniciais da incontinência e também a previne. Pode-se preparar cru e juntar às saladas. Os seus benefícios incluem o seu conteúdo em vitamina C e o facto de ajudar a restaurar tecidos e vasos sanguíneos.

Funcho

Antes de ir para a cama, um pouco de funcho adoçado com mel favorece a retenção de líquidos. Assim, pode dissolver uma colher de chá num copo de água antes de o seu filho ir para a cama.

Ervilhas

São uma grande fonte de vitamina A e contribuem para o fortalecimento dos tecidos das mucosas, como a bexiga e os rins.

Vitamina D

Utiliza-se para regular a incontinência urinária porque ajuda a manter a força muscular.

Um banho de sol para as crianças durante cerca de 10 minutos de manhã por dia, pode ser uma grande ajuda. Além disso, devem também comer grandes quantidades de peixe.

Infusões de cavalinha

A cavalinha é um adstringente natural que tem diferentes propriedades. Ajuda-nos a combater vários problemas urinários e de órgãos relacionados.

Uma infusão de cavalinha tonifica os tecidos da bexiga e facilita o seu esvaziamento durante a micção.

Tratamentos para a enurese noturna infantil

Para além de todas as soluções mencionadas até agora, gostaríamos também de vos falar sobre outro tipo de tratamento para combater a enurese noturna infantil. Trata-se do Pipi Stop Modelo 99-355.

O dispositivo consiste numa pequena caixa de plástico que é presa ao pijama com um alfinete de segurança aprovado. Tem também uma campainha, um interruptor e um sensor de humidade na extremidade de um cabo. Este sensor é inserido num protege-slipe e colocado em roupa interior. Se a criança começar a urinar, as primeiras gotas molham o sensor e o sinal sonoro liga-se.

A Atida | Mifarma é o destino para o seu bem-estar e o de toda a sua família. É por isso que lhe oferecemos as respostas e soluções que procura, tais como as relacionadas com a enurese noturna infantil. Mantenha-se ligado às nossas redes sociais e não perca nenhuma atualização.

Reme Navarro Escrivá

Farmacêutica e Nutricionista. Licenciada em Farmácia na Universidade de Valencia no ano 2007, Licenciada em Nutrição na mesma universidade em 2009. Dedicada ao mundo da saúde e da farmácia há mais de 15 anos. De reunião em reunião, na Atida eu escrevo este blog sobre temas que considero interessantes para a saúde e cuidado pessoal.

0 comentários

Deixa o teu comentário

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *