As tâmaras engordam? Benefícios e valor nutricional

Talvez saiba que as tâmaras são uma grande fonte de energia dado o seu alto nível de glicose. Têm muitas utilidades na cozinha, como substituto do açúcar, além de poderem ser servidas como aperitivo. Também contêm muita fibra, sendo muito saudáveis quando consumidas com moderação. Quer saber mais sobre elas?

O que são as tâmaras? Qual é a sua origem?

As tâmaras são o fruto das tamareiras, palmeiras Phoenix. São cultivadas em regiões áridas, como algumas zonas de Califórnia e o Médio Oriente (desde a civilização do Vale do Indo até Marrocos). Por isso, são consideradas uma fruta exótica.

Podem ser consumidas frescas e secas, e não contêm colesterol nem gordura, o que torna o seu valor nutricional muito interessante. De facto, nutricionistas e dietistas salientam os benefícios do consumo de tâmaras.

Há povos cuja dieta se baseia quase exclusivamente no consumo de tâmaras, leite e cereais. Chegam a consumir até 200 quilogramas desta fruta por pessoa por ano. Nos países onde são consumidas com esta frequência, ter uma palmeira ao lado de casa é sinal de hospitalidade. E em países como Marrocos é costume acolher-se convidados ilustres com tâmaras e leite.

Em Espanha, há uma grande produção deste fruto em Elche, cujo palmeiral foi declarado Património da Humanidade pela UNESCO em 2000.

Tipos de tâmaras

Podemos distinguir vários tipos de tâmaras no mundo, mas os mais conhecidos são os seguintes:

Deglet Noor

É a variedade que se encontra com maior facilidade no mercado. A sua pele é ligeiramente rugosa e brilhante. É semi-seca devido à sua textura macia, apesar de ser mais firme do que noutras variedades. Conserva-se bem sem refrigeração e pode ser utilizada em pratos salgados ou doces.

Medjoul

Esta tâmara foi considerada a mais deliciosa e era cultivada para presentear xeques árabes. O seu tamanho é de quase 5 cm e ao saborear é possível sentir um toque de caramelo e de tostado. É a mais utilizada em pastelaria. É húmida e macia, sendo perfeita para obter uma pasta que substitui os edulcorantes.

Khadrawi

O fruto é mais pequeno do que os anteriores e a sua forma é arredondada. O seu alto teor de humidade faz com que a sua textura seja muito suculenta. O seu sabor lembra o mel e o interior é doce e macio. Ao amadurecer, a sua pele fica escura e a sua textura torna-se seca e quebradiça.

Halawi

Também de calibre pequeno, mas de forma alargada, com uma pele delicada e suave. Quando madura, o seu sabor é doce e faz lembrar caramelos salgados. Apesar de não ser fácil de encontrar no mercado, é uma das mais recomendadas para comer ao natural devido à sua textura cremosa e leve.

Barha

Consome-se fresca, antes de amadurecer. É das mais complicadas de encontrar longe dos lugares onde é cultivada. A sua pele é firme e a textura é crocante. De cor amarelo pálido, torna-se suculenta ao amadurecer e o seu sabor lembra o côco e a canela, apesar de não ser muito doce.

Mozafati

Esta variedade é exclusiva do Irão. Lá, é conhecida como tâmara de Bam, em honra à região da cidade em que é cultivada. A sua forma é arredondada e achatada, não muito grande, e a cor da sua pele é brilhante e muito escura, quase preta.

Zahidi

Se procura uma tâmara não muito doce nem muito intensa, esta é a tal. O seu tamanho é pequeno, o sabor faz lembrar o damasco, e tem aromas de frutos secos com toques de amendoim. Esta tâmara é firme e a sua textura não é muito suculenta. Por isso, pode ser facilmente adicionada a um prato salgado como as saladas.

Propriedades das tâmaras

A tâmara, tal como outros frutos secos, apresenta uma elevada percentagem de calorias e nutrientes. Por cada 100 gramas de produto existem até 275 kcal. Este alto valor energético está relacionado com o facto de 65% do seu peso ser constituído por açúcares como a glicose e a frutose. Ambos são absorvidos com facilidade e, juntamente com a quantidade de vitamina B5 (que transforma os hidratos de carbono e as gorduras em energia), tornam as tâmaras um grande reconstituinte em casos de esforço tanto intelectual como físico.

Por outro lado, são ricas em potássio, uma vez que fornecem até 650 miligramas por cada 100 de fruto. Isto torna-as em grandes aliadas no combate à retenção de líquidos. Por outro lado, ajudam a conciliar o sono, devido aos valores de triptófano e magnésio.

Ao mesmo tempo, também são de destacar os seus valores de vitamina B3 e ferro, que fazem com que esta fruta ajude a reduzir tanto a pressão arterial como o colesterol.

Por último, o seu conteúdo em fibra solúvel torna-a ideal para combater a prisão de ventre.

Benefícios e contraindicações da tâmara

O alto valor nutricional das tâmaras faz com que consumir pequenas porções deste fruto seja muito benéfico para a saúde. Tem não só propriedades antioxidantes, como antimicrobianas e anti-inflamatórias. Veja em que mais poderão ser benéficas:

  • Melhoram a saúde cerebral. Previnem doenças neurológicas e equilibram o sistema nervoso. Além disto, existem estudos que afirmam que podem atrasar o Alzheimer, assim como prevenir a demência e o risco de AVC.
  • Melhoram a flora intestinal Contêm fibras insolúveis e dietéticas, que favorecem os movimentos intestinais e combatem a prisão de ventre
  • Melhoram a saúde óssea. As tâmaras são uma grande fonte de minerais como o cálcio, que fortalece os ossos e previne doenças degenerativas como a osteoporose.
  • Valor energético. São uma grande ajuda para os atletas, uma vez que a sacarose, a frutose e a glicose naturais fornecem muita energia. Além disto, os minerais favorecem o ganho de massa corporal ou muscular, sem gorduras prejudiciais.
  • Combatem a anemia. O teor em ferro das tâmaras permite combater a anemia por deficiência de ferro. Por outro lado, aumenta os glóbulos vermelhos.
  • Reduzem o colesterol mau. São frutas sem gorduras que reduzem a pressão arterial e os níveis de colesterol LDL.
  • Aliviam a tosse. As suas propriedades antimicrobianas e anti-inflamatórias ajudam-no a combater as dores de garganta.

Contraindicações

Apesar de todos os benefícios referidos, há que ter em conta uma série de aspetos:

  • Dado o seu alto teor energético, é necessário controlar o seu consumo numa dieta de emagrecimento.
  • Nas crianças, é necessário supervisionar a sua saúde oral para evitar o aparecimento de cáries.
  • O seu teor em tiramina pode provocar a vasoconstrição dos vasos sanguíneos. Algo que pode ser um problema para quem sofre de enxaquecas.
  • Se padece de alguma doença do estômago, esta fruta pode provocar gases.

Valor nutricional e calorias da tâmara

As tâmaras são uma grande fonte mineral de magnésio e potássio. Mas também contêm zinco, cobre, cálcio, fósforo, selénio, ferro e sódio. São também ricas em antioxidantes, como as vitaminas E, C e A e contêm algumas do grupo B (B1, B2 e B3).

Por outro lado, são uma excelente fonte dietética de fibra insolúvel, uma vez que se condensam 12 gramas desta numa chávena. Como consequência, podem reduzir o colesterol no sangue e evitar a prisão de ventre. Estes dados foram publicados pelo Journal of the American College of Nutrition.

Por outro lado, os hidratos de carbono presentes numa chávena representam, aproximadamente, 30% da quantidade diária recomendada para um adulto ativo. Falamos de 225 a 325 gramas.

Relativamente ao teor de gordura, as tâmaras contêm cerca de 1% de ácidos gordos saudáveis para o coração (ácido oleico, ómega-3 e 6).

Por último, é um alimento muito calórico devido a conter cerca de 70% de açúcar, o que não interfere com o resto das suas propriedades nutricionais.

As tâmaras engordam?

Estas frutas contêm uma grande quantidade de açúcar para o organismo. O seu alto valor nutricional e energético faz com que sejam uma das opções favoritas para recuperar após um treino intenso ou uma atividade cansativa.

São uma alternativa saudável para substituir guloseimas ou outro tipo de doces repletos de açúcares. Para os mais pequenos lá em casa, são uma excelente fonte de energia que não prejudica a sua saúde.

Como as tâmaras contêm açúcares de fácil absorção e libertação progressiva, a sensação de saciedade é duradoura. Isto torna-as uma boa opção para diabéticos ou pessoas que queiram cuidar do seu peso, desde que não abusem no seu consumo.

Por isso mesmo, são um bom snack para comer entre refeições, assim como uma ajuda para estudantes ou pessoas que necessitem de muita concentração no seu trabalho. Mas lembre-se que, caso ingeridas em excesso, vão fazer com que engorde.

As tâmaras prendem os intestinos?

Muitas pessoas questionam-se se a tâmara é um fruto que prende os intestinos. Mas nada poderia estar mais longe da verdade. O seu alto teor em fibra coloca-as na frente do combate contra a prisão de ventre e estimula a digestão.

Por outro lado, como são ricas em antioxidantes, combatem a oxidação celular e o envelhecimento da pele.

Na Atida | Mifarma somos o destino para o seu bem-estar e oferecemos-lhe informação nutricional do seu interesse para levar um estilo de vida saudável. Neste caso, falámos sobre as propriedades e benefícios das tâmaras, mas se não quer perder nenhum outro alimento, mantenha-se ligado às nossas redes sociais.

Reme Navarro Escrivá

Farmacêutica e Nutricionista. Licenciada em Farmácia na Universidade de Valencia no ano 2007, Licenciada em Nutrição na mesma universidade em 2009. Dedicada ao mundo da saúde e da farmácia há mais de 15 anos. De reunião em reunião, na Atida eu escrevo este blog sobre temas que considero interessantes para a saúde e cuidado pessoal.

0 comentários

Deixa o teu comentário

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *