Como fazer pizza caseira saudável: ideias e conselhos

,
pizza saudável

A pizza é, provavelmente, um dos pratos mais conhecidos do mundo. Já existe há milhares de anos, embora nunca haja consenso sobre a sua origem. Existem diferentes versões de onde teve origem e foi dito que poderia ter sido na Grécia, Egito ou mesmo no Norte de África. No entanto, a mais amplamente aceite é que esta receita teve origem em Itália, especificamente no sul do país. Aqui vamos falar-lhe da sua origem e de como fazer uma pizza saudável.

A origem da pizza remonta provavelmente a Itália, uma vez que há dois mil anos já se consumia, em algumas regiões, um pão achatado cozido, com caraterísticas muito semelhantes às que conhecemos hoje como pizza. Seja como for, apesar da incerteza da sua origem, os italianos são os grandes embaixadores deste prato em todo o mundo. 

Alguns povos antigos, como os gregos, também costumavam preparar massas de cereais de diferentes tamanhos estendidos como uma pizza, às quais se juntavam então vários ingredientes. Um exemplo disto é o plakous, um pão ao qual se adicionavam plantas aromáticas, alho e cebola. No entanto, uma vez que não existe um verdadeiro consenso sobre a história desta receita, vamos analisar brevemente todas as origens a ela atribuídas, as suas preparações mais precárias e algumas curiosidades que provavelmente não conhecia. Continue a ler!

Origem da pizza: 3 curiosidades que não conhecia 

Para descobrir quem inventou a pizza, temos de voltar ao século XVI, às cidades de Pompeia e Nápoles. Foi aqui que foram encontrados os primeiros vestígios e alimentos semelhantes à pizza, tal como o pão cozido acima mencionado.

Mas é o pão conhecido como picea e anteriormente laganae que é muito provavelmente o antepassado direto da pizza, bem como a piadina, farinata e panelle. Se olharmos para o termo “pizza”, podemos também obter pistas sobre a sua origem. Esta palavra refere-se à forma como a massa é feita: “pinsa” é o particípio passado do verbo latino “pinsere“, que significa aplanar. 

Quer saber alguns factos interessantes sobre esta receita? Aqui deixamos-lhe três:

  • Existe apenas uma pizza com denominação de origem. É a pizza napolitana, que foi nomeada um produto agroalimentar tradicional italiano, sob a denominação pizza napoletana verace artigianale”.
  • Gosta de pizza havaiana ou simplesmente detesta-a? Em qualquer caso, é uma invenção alemã, de um chef muito famoso chamado Clemens Wilmenrod que moldou pela primeira vez um prato muito semelhante, chamado “tosta Havai”. Mais tarde, Sam Panopoulos, um chef grego baseado no Canadá, foi o primeiro a oferecer este prato aos comensais do seu restaurante “Satellite Restaurant”.
  • Graças à sua imensa popularidade, a pizza tem estrelado em muitos concursos e desafios em todo o mundo. Um deles é o recorde mundial do Guinness para a pizza mais longa do mundo na cidade de Nápoles. Foi em 2016 e 250 chefs de cozinha participaram na sua preparação. O resultado: uma delícia de 1,8 quilómetros de comprimento feita com 2.000 quilos de farinha, 1.600 quilos de tomate, 2.000 quilos de mozarela e 200 litros de azeite. Pizza para todos!

Como fazer uma pizza caseira saudável

Embora seja verdade que é um prato delicioso que é apreciado tanto por adultos como por crianças, muitas vezes não é o alimento mais saudável para uma dieta equilibrada. Isto porque utilizam frequentemente ingredientes demasiado pesados e farinhas refinadas que prejudicam a qualidade do prato.

Para fazer uma pizza saudável, deve-se evitar gorduras saturadas e optar por ingredientes nutritivos e de qualidade. Vamos dar-lhe a chave para que possa fazer pizza com a frequência que quiser, sem remorsos. As pizzas feitas com boas matérias-primas podem ser o alimento perfeito para uma nutrição adequada. 

O principal problema ao cozinhar uma pizza light é a massa. Como se pode tornar a massa mais saudável?

Conselhos para escolher e preparar a massa  

Existem muitas alternativas à massa tradicional. Por um lado, as massas podem ser feitas com alimentos vegetais (couve-flor, brócolos ou lentilhas), ou podemos optar por farinhas integrais, para conseguir uma maior quantidade de fibra na nossa receita. Nunca nos devemos esquecer de utilizar gorduras saudáveis para o coração, tais como o azeite virgem extra, que ajudarão a fazer da nossa massa um alimento nutricionalmente completo e saudável. 

A massa de pizza com aveia é também uma das melhores opções que temos para fazer uma massa saudável e saborosa. Este ingrediente é adequado para o pequeno-almoço, bem como para criar deliciosos pratos salgados. Ao substituir a farinha tradicional por farinha de aveia, o resultado é muito mais nutritivo, sem sacrificar o sabor. Além disso, obtém-se uma massa estaladiça que é perfeita para cobrir com todas os ingredientes que quiser. Esta receita é perfeita para quem quer integrar todas as propriedades da aveia na sua dieta. 

Outro aspeto que o ajudará a tornar a sua pizza saudável é fazer com que os vegetais sejam os ingredientes predominantes que vai adicionar. A redução dos hidratos de carbono é também importante para uma pizza mais saudável. 

Ingredientes para uma pizza fitness

Gosta de pizza e quer comê-la sem arrependimentos? A solução para os seus problemas é fazer uma pizza fitness. A base é caraterizada pelo facto de ser feita a partir de aveia em vez da farinha tradicional. A aveia é rica em fibras e proteínas e ajuda a regular o metabolismo. É portanto o ingrediente ideal para a sua base da sua pizza fitness.

Em termos de ingredientes, sugerimos o seguinte:

  • Frango.
  • Cogumelos.
  • Peru.
  • Pimentos. 
  • Rúcula.
  • Tomates cherry
  • Cebola.
  • Qualquer queijo que não seja demasiado gordo.
  • Orégãos ou outras especiarias.

A farinha de aveia é um dos ingredientes que pode usar para fazer uma massa saudável, mas há muitos mais: farinha de espelta, quinoa, couve-flor…

Elementos-chave para fazer com que a sua pizza light seja um sucesso entre os seus convidados 

Tem um jantar em casa e decidiu preparar algo original e saudável ao mesmo tempo? Uma pizza fitness irá surpreender os seus convidados que irão certamente agradecer-lhe por não exagerar nas calorias e desfrutar de um jantar delicioso e saudável. Há inúmeras receitas para elaborar estas pizzas, e aqui deixamos-lhe uma que certamente vai adorar:

 Pizza com base de cenoura

Precisará para a massa: 200 gramas de cenouras, 100 gramas de farinha de espelta integral, 1 ovo de galinhas criadas ao ar livre e 1 colher de chá de azeite virgem extra.

Preparação: Misturar todos os ingredientes, à mão ou com um robô de cozinha, até obter uma massa homogénea. Quando estiver pronta, espalhe-a sobre papel vegetal e dê-lhe a forma que preferir. Depois, coza-a no forno durante cerca de 20 minutos a 180°C. Et voilà! A sua base de pizza está pronta.

Depois de dado o primeiro passo, é necessário começar com os ingredientes da sua pizza. Sugerimos uma colher ou duas de sopa de molho de tomate, cogumelos, atum, queijo Havarti e orégãos. Depois de os ter acrescentado à base, coloque no forno durante mais 15 minutos.

E se quiser que seja um triunfo pela certa, aqui estão algumas dicas que não falharão:

  • Lubrifique bem o tabuleiro com azeite virgem extra e espalhe a massa uniformemente, dando pancadinhas suaves com a ponta dos dedos. Primeiro adicione os orégãos, o azeite e o sal ao molho de tomate e coloque no forno, inicialmente sem quaisquer outros ingredientes, durante alguns minutos (isto dependerá da potência do seu forno). Desta forma, a massa ficará perfeita.
  • Acrescente orégãos frescos por cima alguns minutos antes de a tirar do forno. Para o queijo, adicione-o a meio da cozedura para o tornar suculento. 

Benefícios da farinha de espelta 

Gostaríamos de fazer uma menção especial à  farinha de espelta. Já ouviu falar dela? 

É um cereal muito energético, uma vez que os seus principais nutrientes são os hidratos de carbono, embora seja importante dizer que fornece menos calorias do que a farinha de trigo. É notável pelo seu elevado teor de proteína de grande valor biológico, como a lisina, que não está tão presente em outros cereais. É também uma fonte de minerais e vitaminas, incluindo as do grupo B. Como pode ver, pode ser um amante de pizza e desfrutar de uma pizza fitness sem renunciar ao sabor. As receitas são infinitas, tanto para a massa como para os ingredientes. Basta tentar que sejam tão frescos quanto possível e evitar hidratos de carbono e gorduras saturadas. Desta forma, se tiver crianças em casa, pode preparar este prato delicioso sempre que lhes apetecer, com a certeza de que estão a comer alimentos saudáveis e altamente nutritivos.

Na Mifarma by Atida defendemos um estilo de vida saudável, com alimentos que o ajudem a sentir-se bem. Aqui pode encontrar todos os ingredientes necessários para preparar uma  pizza saudável e deliciosa. Sentir-se bem é agora possível com apenas um clique

Reme Navarro Escrivá

Farmacêutica e Nutricionista. Licenciada em Farmácia na Universidade de Valencia no ano 2007, Licenciada em Nutrição na mesma universidade em 2009. Dedicada ao mundo da saúde e da farmácia há mais de 15 anos. De reunião em reunião, na Atida eu escrevo este blog sobre temas que considero interessantes para a saúde e cuidado pessoal.

0 comentários

Deixa o teu comentário

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *