Tudo sobre a Pedra Gua Sha

,
Gua Sha

A Gua Sha tornou-se recentemente um must no ritual de beleza. Mas esta não é uma descoberta atual. Temos de agradecer à medicina tradicional chinesa pelas suas virtudes. Conhece-a? Vamos tentar explicar todos os detalhes deste elemento que criou tendências: como funciona, os benefícios que traz e como o escolher.

O que é a pedra Gua Sha?

É uma rocha esculpida, plana, lisa, de tamanho médio. Tradicionalmente, era utilizado para diferentes doenças corporais. No entanto, no Ocidente é especialmente conhecida pelo seu valor no cuidado da pele.  

Pode-se encontrar imitações de plástico, embora sejam geralmente feitas de jade ou quartzo rosa e em diferentes formas. O mais comum é em forma de um coração, ou mesmo de um peixe ou pé de pato, dependendo da parte do corpo onde vai ser utilizado.

No rosto, tem um efeito anti-envelhecimento estupendo e foram precisamente as suas virtudes para o rosto que fizeram dele o tratamento estrela dos últimos meses.

Como é que a pedra Gua Sha funciona?

No corpo, o sistema linfático funciona mais lentamente do que o sistema circulatório, razão pela qual a linfa tem um fluxo mais lento em comparação com o sangue. Durante este processo, é fácil a acumulação de resíduos e toxinas, o que, por sua vez, leva ao envelhecimento da pele.

O que se obtém com a massagem com a pedra Gua Sha é que esta acumulação de resíduos não acontece. Obtém-se um efeito drenante, ao mesmo tempo que se estimulam os vasos sanguíneos entre a pele e os músculos do rosto. Isto melhora a vitalidade da pele e dá-lhe aquele efeito tão desejado de lifting, rejuvenescedor da pele.

Idealmente, deve ser utilizado em pele limpa e hidratada. Desta forma, deslizará apenas o suficiente para não ser agressivo sobre a pele delicada do rosto. É importante controlar a quantidade de hidratação, uma vez que demasiada quantidade fará com que escorregue e não conseguirá o efeito certo. Por outro lado, com muito pouca hidratação mostrará mais resistência e a experiência não será tão prazerosa.

Lembre-se de a utilizar sempre em pele saudável e sem lesões.

O que é melhor, o rolo ou o Gua Sha?

Em geral, pode dizer-se que a Gua Sha é melhor que o rolo, uma vez que o seu efeito é mais completo. O rolo facial é utilizado de uma forma diferente e para uma finalidade diferente da pedra. Além disso, não requer a mesma precisão e tempo de aplicação. Serve basicamente para ativar a circulação e ajudar à penetração do produto aplicado. É adequado se estiver com pressa e a sua pele estiver um pouco irritada ou avermelhada, uma vez que ajuda a acalmar a pele.

A pedra é mais complexa de usar, exige mais tempo. No entanto, tem efeitos mais abrangentes: melhora a drenagem linfática, tonifica os músculos e produz um efeito lifting, reduzindo as rugas e a flacidez.

Como combinar o rolo e a pedra?

A combinação de ambos os utensílios para a sua rotina diária de beleza é a escolha perfeita. Quando a sua pele estiver limpa e hidratada, comece com o rolo. Utilize-o em movimentos ascendentes, sempre de baixo para cima e da parte interior da face para fora. Embora seja uma massagem e não tenha de doer, é necessário aplicar alguma pressão. Irá por ordem ascendente, começando pelo pescoço e avançando para o queixo. Depois as maçãs do rosto, seguido pelo contorno dos olhos e finalmente a testa.

Depois passa para a Gua Sha. Neste caso, é necessário ser mais precisa. A pedra utiliza pontos de acupuntura e segue o caminho da nossa linfa, por isso é importante fazê-lo corretamente. Os movimentos devem ser de cima para baixo e do exterior para o interior, esticando a pele e exercendo pressão, especialmente no final do movimento.

Comece pelo pescoço e passe para os contornos do rosto. Depois passe para as maçãs do rosto, o contorno dos olhos, a testa e finalmente os lábios.

Benefícios da pedra Gua Sha

A pedra Gua Sha não é algo recente e data de há cerca de 2000 anos. Esta técnica antiga utiliza técnicas de acupuntura e aproveita estes pontos para tornar a massagem muito benéfica.

A primeira coisa que se pode notar é a sensação agradável, tonificando os músculos e gerando um efeito relaxante. Alguns até recomendam a sua utilização à noite, antes de ir dormir, pois a massagem não só relaxa os tecidos, mas também elimina a tensão, ajudando a criar um estado ideal para dormir.

Dito isto, já podemos identificar todos os benefícios específicos deste suplemento estético. Ao massajar a via linfática, elimina quaisquer resíduos remanescentes, prevenindo o envelhecimento da pele. Por sua vez, a pressão e a massagem ajudam a ativar a circulação, melhorando o aspeto externo da sua pele e suavizando as rugas e atrasando o seu aparecimento.

Tudo isto proporciona um efeito reafirmante e ação tensora que melhora o aspeto e o bem-estar da pele. Por outras palavras, um grande efeito anti-envelhecimento.

Não se esqueça que a medicina chinesa não se tratava apenas de beleza. Embora hoje em dia o utilizemos quase exclusivamente como ferramenta para cuidar do rosto, também é adequado para cuidar de outras partes do corpo. O seu efeito relaxante e anti-inflamatório contribui para a melhoria das enxaquecas, dores no pescoço e dores nas costas.

Como escolher a sua pedra?

Dependendo da utilização que se pretende fazer dela, existem diferentes formas. A mais comum é a em forma de coração e é a mais adequada para utilização no nosso rosto.

Em função da sua forma:

  • Coração. A mais comum e perfeita para toda a rotina, especialmente sobrancelhas, maçãs do rosto e queixo.
  • Em forma de S. Ideal para massajar o pescoço, ombros e costas, assim como as extremidades superiores e inferiores. Uma grande escolha de utilização para além do nosso ritual de beleza facial. A área mais ampla é utilizada para partes mais densas do corpo, tais como as nádegas ou as coxas. A parte mais fina é utilizada para áreas mais sensíveis, como o pescoço.
  • Pé de pato. Também chamado de três pontas, este tipo é utilizado especialmente para o queixo, mandíbula e testa.
  • Quadrado. Recomendado para áreas ósseas tais como maçãs do rosto, linha do maxilar e sobrancelhas.
  • Cogumelo. Perfeito para o contorno de olhos e testa.

Em função do seu material:

Existem Gua Sha feitas de diferentes pedras, e portanto de diferentes cores. Pode encontrá-las em obsidiana, aventurina ou ametista, entre outros. Portanto, de acordo com as nossas preferências pelas suas virtudes, podemos escolher a que melhor se adequa ao que procuramos.

As mais comuns são o jade e o quartzo rosa. A utilização da pedra de jade proporciona propriedades calmantes, enquanto que o quartzo ajuda a reduzir o inchaço e melhora a circulação.

Em qualquer caso, todas elas nos proporcionarão os benefícios que a técnica nos oferece.

Como se sabe se um Gua Sha é original?

Quando algo é bom e entra na moda, aparecem sempre imitações. Também se podem encontrar pedras Gua Sha e rolos de plástico. Embora não sejam os corretos, não é mau se for pelo menos informado de que são feitos deste material e cabe-lhe a si decidir se os compra ou não. O problema surge quando tentam copiar o original e nos enganam, vendendo-o como natural.

A primeira coisa a ter em conta é que, se for natural, será sempre frio. Nunca estará à temperatura ambiente, uma vez que o seu estado normal é frio. Portanto, o toque dar-lhe-á uma pista sobre a sua origem e poderá detetar a sua autenticidade com um simples gesto.

A segunda coisa a procurar é a imperfeição. A natural, por muito polida que esteja, nunca é perfeita. Encontrará veias ou cores em diferentes tonalidades.

Se olharmos em contra-luz, a pedra natural tem frequentemente filamentos. Se tiver bolhas, foi criada, por isso evite-a. E normalmente se for demasiado colorida, tenha cuidado. A sua escolha deve ser sempre uma cor bastante ténue para acertar sempre.

Finalmente, será muito útil se tiver uma luz ultravioleta. Se emitir uma cor intensa, é evidente que se trata de uma imitação. Se, por outro lado, quase não exista fluorescência, é genuína.

Em suma, a utilização da pedra Gua Sha tornou-se muito difundida nos últimos meses. Prova disso é a multiplicidade de revistas especializadas e a grande agitação que elas geram nas redes sociais. Um facto que não nos surpreende. Um artigo pequeno, económico e que traz tantos benefícios à nossa rotina de beleza não pode passar despercebido. Sem dúvida, um aliado que não pode faltar na sua bolsa da casa de banho. De que está à espera?

Reme Navarro Escrivá

Farmacêutica e Nutricionista. Licenciada em Farmácia na Universidade de Valencia no ano 2007, Licenciada em Nutrição na mesma universidade em 2009. Dedicada ao mundo da saúde e da farmácia há mais de 15 anos. De reunião em reunião, na Atida eu escrevo este blog sobre temas que considero interessantes para a saúde e cuidado pessoal.

0 comentários

Deixa o teu comentário

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *