Assim celebramos com a Cumlaude o 8 de março, Dia da Mulher!

, ,

No dia 8 de março, celebramos o Dia da Mulher. Um dia de grande importância que celebra a liberdade e a emancipação de todas as mulheres do planeta, mas, para que isso seja possível, é preciso cuidar da saúde da mulher!

Em Mifarma, estamos muito atentos à causa e, todos os anos, fazemos parcerias com algumas das tuas marcas preferidas. Este ano escolhemos a Cumlaude, que elabora produtos para melhorar a qualidade de vida das mulheres. Alguns deles são ginecológicos, outras são antienvelhecimento, protetores ou reparadores da pele, mas todas têm o mesmo objetivo: todos eles privilegiam tratamentos de qualidade para que te sintas melhor contigo própria.

Por que o fazemos nesta data em vez de o fazer noutra? Como podemos contribuir para que seja um dia especial? Contamos-te tudo!

De onde e como surgiu o movimento?

O dia 8 de março está relacionado com diferentes eventos históricos dentro do movimento sindical internacional. Um deles aconteceu em 1857, quando operárias têxteis de Nova York realizaram um protesto contra as suas condições laborais.

Por outro lado, também teve grande repercussão a greve nova-iorquina da Cotton Textile Factory em 1908. Nela, as operárias mobilizaram-se para reivindicar os seus direitos laborais. Entre eles, estavam a redução da jornada de trabalho de 12 horas, melhorias salariais e a abolição do trabalho infantil nesse setor industrial. O final da greve de 13 semanas foi bastante trágico, pois os proprietários da fábrica incendiaram-na com as operárias no seu interior, provocando a morte de 129 mulheres.

Após este evento, o SPA (Partido Socialista da América) decidiu celebrar o Dia da Mulher a 28 de fevereiro de 1909. Este dia foi usado para reivindicar os direitos laborais e o direito ao sufrágio feminino, que foi finalmente conquistado em 1920.

O movimento assumiu as solicitações do proletariado feminino. Assim, a líder do Movimento das Mulheres Socialistas Alemãs, Clara Zetkin, propôs relembrar os pedidos feitos pelas mulheres trabalhadoras numa data específica. Depois disso, em 1910, em Copenhague, foi acordada a II Conferência Internacional de Mulheres Socialistas.

Por isso, a partir de 1911, diversos partidos socialistas suecos, dinamarqueses, alemães, austríacos e americanos promoveram diversas celebrações. Em 1914, e por proposta das socialistas alemãs do partido político SPD, celebrou-se internacionalmente o Dia da Mulher Trabalhadora. Após o triunfo da revolução feminina na Rússia, em 1917, a celebração consolidou-se a 8 de março, de acordo com o calendário gregoriano. Esta data, segundo o calendário juliano, coincide com o 23 de fevereiro, data em que ocorreu esta revolução, que culminou com a abdicação do czar Nicolau II e com o reconhecimento do direito de voto feminino pelo governo provisório.

Como funciona este movimento atualmente?

Atualmente, o dia 8 de março continua a ter um caráter operário. No entanto, é também um dia para refletir sobre as condições laborais e vitais da mulher na sociedade.

Muito progresso foi feito desde o início desse movimento, mas estes avanços apenas se destacam nos países desenvolvidos. Nos chamados países do Terceiro Mundo, ainda hoje, muitas mulheres são submetidas a uma exploração comparável à de escravos – o que em pleno século XXI não deveria, como é lógico, ser tolerado.

Assim sendo, apesar dos progressos atuais, ainda há um longo caminho a percorrer neste mundo globalizado, o que requer um comportamento institucional, coletivo e, claro, individual para evitar a exploração do trabalho do Terceiro Mundo. Esta desigualdade é contrária aos direitos e à dignidade das mulheres nas sociedades democráticas.

De que forma contribuímos, em Mifarma, para o dia 8 de março?

Como já mencionámos, este ano a nossa contribuição para o dia 8 de março está baseada na venda de produtos da marca Cumlaude. Por cada produto desta marca vendido, iremos doar 2 € à Associação Alma.

Qual é o objetivo desta associação? É uma organização independente composta por mais de 500 voluntários. O seu objetivo é ajudar, apoiar e defender as mulheres de todo o mundo que sofrem de violência e de desigualdade de género. Além disso, pretende alcançar uma verdadeira igualdade entre homens e mulheres, pelo que já conta com o apoio e a colaboração de diversas entidades públicas e privadas

De que forma a marca Cumlaude te pode ajudar neste dia 8 de março?

Os produtos desta marca têm como objetivo melhorar a qualidade de vida das mulheres e fazê-las sentir-se melhor. Desta forma, consideramos que este objetivo se alinha claramente com o espírito do dia 8 de março. Cuidar da saúde da mulher é vital, porque ter saúde e sentir-se bem é a melhor forma de reivindicar tudo o que ainda não conquistamos!

O que define estes laboratórios é a sua capacidade de inovação e de investigação científica. Assim, a Cumlaude possui tratamentos dermatológicos e ajuda na menopausa com suplementos alimentares como o Gineseda. Mas também tem outros produtos como lubrificantes e aqueles destinados à higiene íntima. Estes produtos são muito suaves e não só têm uma ação de limpeza, como também protegem esta zona contra irritações ou possíveis infeções.

Como podes ver, ao comprar qualquer produto da Cumlaude na nossa loja online, estarás a cuidar da tua saúde e não só! Também irás beneficiar de um desconto de 15% e nós, Mifarma, iremos doar 2€ à Associação Alma. Contamos contigo?

Reme Navarro Escrivá

Farmacêutica e Nutricionista. Licenciada em Farmácia na Universidade de Valencia no ano 2007, Licenciada em Nutrição na mesma universidade em 2009. Dedicada ao mundo da saúde e da farmácia há mais de 15 anos. De reunião em reunião, na Atida eu escrevo este blog sobre temas que considero interessantes para a saúde e cuidado pessoal.

0 comentários

Deixa o teu comentário

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *