DIA DA NATUREZA. Qual é a diferença entre produtos cosméticos biológicos, ecológicos, orgânicos e naturais?

,

Cada vez mais pessoas se interessam por produtos que respeitem os animais e o meio ambiente. Daí o surgimento de produtos cosméticos naturais, biológicos e ecológicos. Conheces as diferenças existentes entre eles?

No dia 3 de março, comemora-se o Dia Mundial da Vida Selvagem, ou Dia da Natureza (em Espanha) e, em Mifarma, queremos celebrá-lo. Por isso, escrevemos um artigo muito completo que te ajudará a diferenciar os produtos cosméticos ecológicos, biológicos e orgânicos.

O tempo tem demostrado que estes tipos de cosméticos oferecem aos seus utilizadores inúmeros benefícios e uma grande eficácia. Por esta razão, decidimos partilhar contigo as chaves para que possas diferenciar claramente os produtos biológicos, ecológicos e orgânicos.

Em que consiste a cosmética natural?

Cosméticos naturais ou orgânicos referem-se a produtos de beleza elaborados com ingredientes presentes na natureza. Estes ingredientes podem ser de origem animal (lanolina, geleia real, leite, mel …), minerais (sílica, água …) ou vegetais (óleos, flores …). O importante é que passaram por um processo mínimo de transformação e não prejudicaram o meio ambiente.

Embora sejam chamados de naturais, admitem o uso de ingredientes químicos em quantidades muito pequenas, desde que não sejam prejudiciais à natureza ou ao ser humano. Parabenos, por exemplo, não seriam permitidos.

Para exemplificar o uso de ingredientes químicos com ingredientes naturais, vejamos o coco. Se quiseres que tenha um efeito de limpeza, terá que passar por um processo mais ou menos poluente. No entanto, quanto mais naturais forem os ingredientes da lista, menos agressivo será o cosmético na tua pele. Além disso, menor será o seu impacto no meio ambiente.

Tirando pequenas exceções como as que acabamos de referir, os produtos naturais não contêm componentes químicos, perfumes, aditivos ou conservantes artificiais. Além disso, este tipo de produto não é testado em animais e poderás usá-los mesmo se sofreres de alguma doença ou de problemas de pele.

Os cosméticos naturais oferecem muitos benefícios para a pele e não causam efeitos secundários.

Benefícios dos cosméticos naturais

Os cosméticos naturais adaptam-se melhor às características da tua pele e respeitam-na. Por isso, os cosméticos naturais são perfeitos para as peles mais sensíveis ou propícias a reações alérgicas.

Por outro lado, como não contêm produtos sintéticos, a sua eficácia é maior.

Características dos produtos cosméticos orgânicos, biológicos e ecológicos

Conhecemos os cosméticos naturais ou orgânicos. Mas ser capaz de diferenciar entre natural, biológico ou ecológico não é simples, devido às semelhanças que têm entre si. A seguir, expomos as suas características para facilitar o processo de seleção:

Características dos cosméticos orgânicos ou naturais

Nos cosméticos naturais, os ingredientes devem ser totalmente naturais ou devem ser obtidos através de processos sem tóxicos e pouco agressivos. Na verdade, os produtos deste tipo são classificados em função da percentagem dos ingredientes que contêm.

Entre as suas características, podemos destacar as seguintes:

  • Nas suas embalagens, encontrarás informação completa sobre os seus ingredientes.
  • O seu cheiro, cor e aparência costumam ser muito diferentes dos cosméticos tradicionais. Não são produtos tão “atraentes”, digamos assim.
  • Durante o processo de fabricação, o meio ambiente não é prejudicado. As embalagens também devem respeitar o meio ambiente, por isso são usadas embalagens recicladas.
  • Não contêm aromas, fragrâncias, conservantes, parafinas ou parabenos. Os conservantes usados ​​são muito naturais (extrato de salgueiro, álcool ou sorbato de potássio).
  • Os cosméticos provêm da agricultura ecológica, onde não são usados ​​pesticidas.

O que caracteriza a cosmética biológica?

A principal vantagem destes cosméticos é que contêm uma grande quantidade de antioxidantes. Além disso, possuem vitaminas e emolientes naturais que cuidam da pele e respeitam o meio ambiente (são ecológicos). De facto, para serem considerados biológicos, devem possuir 90% de ingredientes naturais.

São indicados para todos os tipos de pele e não contêm silicones ou derivados de petróleo, possuem apenas aromas naturais. Não foram testados em animais e a sua fórmula é baseada em óleos vegetais e corantes orgânicos. Da mesma forma, não utilizam poluentes e as suas embalagens são recicladas e biodegradáveis. Também convém saberes que o seu preço costuma ser muito acessível.

Alguns dos ingredientes ativos usados ​​são óleo de argão, manteiga de karité ou óleo de rosa mosqueta. Mas também podemos destacar o óleo de coco, jojoba, hamamelis, chá verde, amêndoas ou aloé vera. Como podes ver, todos estes ingredientes são muito benéficos para a tua pele. 

Cosmética ecológica

Para que um cosmético seja ecológico, deve proceder da agricultura ecológica. Ou seja, deve ser elaborado sem fertilizantes sintéticos ou pesticidas. Por outras palavras, são produtos que respeitam totalmente o meio ambiente

Além disso, como não foram utilizados produtos tóxicos durante o cultivo, cuidam da tua saúde. Os ingredientes usados ​​são geralmente extraídos a frio, portanto não são refinados. Isso faz com que mantenham todas as suas propriedades para que a pele fique macia, nutrida e hidratada.

Resumindo, a cosmética ecológica não tem apenas ingredientes naturais. Conta, sim, com 90% de ingredientes oriundos da agricultura ecológica.

Como posso saber que tipo de cosméticos estou a comprar?

É muito fácil confundir-se com a terminologia atual (natural, bio, eco …). Na verdade, podem existir produtos com nomes diferentes que tenham as mesmas percentagens dos mesmos ingredientes naturais.

Para que possas diferenciá-los, deves prestar atenção ao selo de certificação, pois cada um possui um padrão diferente. Em Espanha, existem duas empresas que certificam e regulamentam se um cosmético cumpre ou não os padrões necessários: EcoCert e CosmeBio. Ainda assim, também poderás encontrar produtos que cumpram os padrões estabelecidos por outras empresas da União Europeia.

EcoCert diferencia cosméticos naturais e cosméticos naturais e ecológicos. Se estiveres à procura de cosméticos biológicos, não terão esse selo. No entanto, como vimos anteriormente, as características são muito semelhantes.

Para obter esse selo, 95% dos ingredientes devem ser naturais com um máximo de 5% de ingredientes obtidos por síntese. Mas é fundamental que nestes 5% não sejam usados ​​perfumes nem silicones e que o cosmético não seja testado em animais.

Além disso, EcoCert é um dos selos mais rigorosos. Exige que a embalagem e o processo de fabricação respeitem também o meio ambiente.

Já a CosmeBio possui os selos Eco e Bio, e tem diferenças mínimas em relação ao EcoCert que te permitirão diferenciá-los.

Nos cosméticos Bio, exige-se que 95% dos ingredientes sejam naturais com um máximo de 5% de síntese. Da mesma forma, os ingredientes vegetais devem ser oriundos de agricultura biológica e, no total, pelo menos 10% do produto final também.

E a denominação Eco? Para obtê-la, 95% dos ingredientes devem também ser naturais. Quanto aos ingredientes de origem vegetal, 50% devem ser oriundos da agricultura biológica. Por fim, 5% dos ingredientes do produto resultante devem ser oriundos desse tipo de agricultura.

Além disso, assim como em EcoCert, não serão incluídos ingredientes como parabenos, silicones, perfumes sintéticos ou conservantes.

Como podes ver, as diferenças são significativas, mas dificilmente percetíveis se não conheceres os detalhes em profundidade. Por isso, tem-se trabalhado de forma a uniformizar denominações e selos para não confundir os consumidores.

Se tiveres alguma dúvida, já sabes que, em Mifarma, estamos sempre disponíveis para te ajudar. Poderás entrar em contacto connosco ou escrever-nos comentários no nosso blog.

 

Reme Navarro Escrivá

Farmacêutica e Nutricionista. Licenciada em Farmácia na Universidade de Valencia no ano 2007, Licenciada em Nutrição na mesma universidade em 2009. Dedicada ao mundo da saúde e da farmácia há mais de 15 anos. De reunião em reunião, na Atida eu escrevo este blog sobre temas que considero interessantes para a saúde e cuidado pessoal.

0 comentários

Deixa o teu comentário

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *