Como usar adequadamente os géis desinfetantes de mãos?

Gel hidroalcoólico maos

Um dos produtos que tem sido mais usado ​​em 2020 são os géis hidroalcoólicos, embora as crianças sofram cada vez mais acidentes com estes últimos. Descobre, com Mifarma, como usar corretamente géis desinfetantes para as mãos.

A lavagem das mãos e as medidas de higiene são fundamentais para prevenir a propagação de diversas doenças infeciosas e, apesar de serem do conhecimento de todos, com a COVID-19 estamos mais conscientes disso.

A OMS informa-nos que lavar as mãos reduz o risco de contrair infeções como o coronavírus entre 50 a 65%. Da mesma forma, essa organização frisa que os antissépticos, usados ​​corretamente, também reduzem esse risco. Mas o que acontece se eles não forem usados ​​adequadamente?

Riscos em não usar estes produtos de forma segura

Os géis hidroalcoólicos têm estado a provocar alguns acidentes em pequeninos. Como tal, é aconselhável mantê-los fora do seu alcance e, caso surja alguma situação indesejada, é recomendável dirigir-se rapidamente a um centro de saúde.

Os adultos devem supervisionar o uso deste tipo de produto nas crianças para evitar a aplicação nos olhos ou outras membranas mucosas. Mesmo assim, se um acidente acontecer, é importante lavar com soro ou bastante água e encaminhar a criança para o centro de saúde ou hospital mais próximo.

  • Por exemplo, na Galiza, um menino de 3 anos sofreu graves ferimentos nos olhos, porque um colega lhe atirou gel para o olho. Não foi transferido imediatamente para o centro de saúde e esperou que a família o levasse. O resultado foi bastante nefasto: teve que ser submetido a um transplante de membrana amniótica.
  • Outro caso semelhante também ocorreu na mesma região, onde uma criança de dois anos pressionou um dispensador de gel com o pé e cujo líquido foi parar aos seus olhos. O resultado foi uma úlcera e um edema.

O Instituto Nacional de Toxicologia (de Espanha) alertou para um aumento substancial desse tipo de acidente. Na verdade, os envenenamentos acidentais por gel têm-se destacado nesses meses, por isso é necessário cuidado aquando do seu uso.

Conselhos para utilizar corretamente o álcool desinfetante de mãos

Para adquirir produtos deste tipo, é muito importante que não o faças caso o mesmo não especifique o registo de saúde. Portanto, a melhor opção é obtê-los em lojas especializadas, farmácias ou parafarmácias, como Mifarma.

Assim que tiveres comprado ou recebido o álcool-gel, não te esqueças de que os frascos devem estar completamente fechados quando não os estiveres a usar. Além disso, certifica-te de que o espaço esteja sempre ventilado, mantém estes produtos longe de superfícies quentes e não os guardes dentro do teu carro durante os dias quentes.

Se fores colocar um dispensador de gel, evita colocá-lo perto de interruptores de luz ou de tomadas elétricas, para evitar o risco de ignição do vapor de álcool.

Por outro lado, a AEMPS (Agência Espanhola de Medicamentos e Produtos de Saúde)

faz uma série de recomendações que devemos seguir para usar esses desinfetantes com segurança:

  • Não os uses em áreas sensíveis da pele ou membranas mucosas.
  • Não fumes após a aplicação.
  • Mantém esses produtos ao abrigo de fontes de calor e não os conserves em locais com variações de temperatura.
  • Conserva-os em locais secos, frescos e bem ventilados.

Em caso de ingestão acidental, recomenda-se ligar para o Centro de Informação Antivenenos ou ir a um centro de saúde e, por outro lado, em caso de contacto com os olhos, é aconselhável enxaguar com água em abundância durante vários minutos.

Como desinfetar corretamente as mãos com desinfetante de mãos?

  1. Aplica-o na palma da tua mão. 
  2. Esfrega as mãos uma contra a outra.
  3. Espalha o produto pelo dorso e na palma das mãos, sem esquecer as zonas existentes entre os dedos, até que o produto seque. 

A OMS criou algumas imagens que poderás consultar para teres a certeza que utilizas este gel de forma adequada.

É melhor utilizar álcool antisséptico ou gel desinfetante?

Quando se trata de usar um desinfetante, verificarás que existem diferentes tipos. Vamos explicar-te algumas diferenças entre o álcool antisséptico e o gel desinfetante e dar-te algumas recomendações sobre o seu uso:

1. Álcool antisséptico

É uma das alternativas para desinfetar as mãos ou diversos objetos que passam pelas mãos de muitas pessoas, como as canetas que usas quando vais aos correios ou ao banco. Existem em diversos formatos para que possas encontrar o mais adequado para cada momento.

Assim, poderás utilizar o formato em spray que é muito prático para as chaves de carro, chaves de casa ou a referida caneta. Por outro lado, também tens à tua disposição uma solução em gel com um tamanho adequado para poderes transportar contigo para todo o lado e que pode conter agradáveis aromas, tais como o citrino.

A composição ideal é álcool 70% ou álcool isopropílico que se combina com gel ou glicerina para evitar a irritação da pele.

No entanto, o uso contínuo desses tipos de produtos pode ressecar a pele. Para aliviá-la, é aconselhável o uso de um creme reparador que proporciona uma hidratação intensa e restaura a barreira cutânea.

Por esse motivo, não é recomendado o uso de álcool propílico ou com saturação de 90% ou mais, pois é muito agressivo para a pele e pode causar dermatite. Idealmente, esse álcool deve ser usado apenas para desinfetar superfícies.

2. Gel desinfetante

Após o contacto com superfícies como teclados de computador, volante ou maçanetas, é necessário aplicar o gel na palma das mãos, no dorso e entre os dedos. A sua composição deve ter entre 60 a 90% de etanol. Posteriormente, deves deixar secar ao ar livre.

É importante que o uses sempre com as mãos limpas, ou seja, se tocaste nalguma substância orgânica, pó ou terra, é mais provável que o gel, ao invés de ser usado para desinfetar, ajude a fixar os germes na pele. Esta é a razão pela qual não é viável substituir a lavagem das mãos pelo uso de géis.

Comprar

Além disso, para que a eficácia das soluções desinfetantes e géis seja ideal, deves lavar as mãos com água e sabão a cada quatro aplicações.

Agora que já sabes como usar o gel desinfetante para as mãos de maneira adequada, o nosso conselho farmacêutico é lavar, algumas vezes ao dia, as mãos com sabão e água potável. Isto é especialmente importante quando fores à casa de banho, após deitares o lixo fora, após trabalhar no computador ou após manusear produtos orgânicos e animais. Além disso, evita tocar no nariz, olhos e boca. Desta forma, poderás estar mais protegido e menos exposto a riscos.

 

Reme Navarro Escrivá

Farmacêutica e Nutricionista. Licenciada em Farmácia na Universidade de Valencia no ano 2007, Licenciada em Nutrição na mesma universidade em 2009. Dedicada ao mundo da saúde e da farmácia há mais de 15 anos. De reunião em reunião, na Atida eu escrevo este blog sobre temas que considero interessantes para a saúde e cuidado pessoal.

0 comentários

Deixa o teu comentário

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *