Fortalece as tuas defesas em tempos de coronavírus com Lactoflora

,
fortalece defesas coronavirus lactoflora

Vivemos rodeados de microrganismos e convivemos com eles desde sempre. Podem ser encontrados na nossa pele, no sistema digestivo e no trato urinário. Nos tempos que correm, devemos manter o nosso sistema imunitário forte para evitar a entrada de qualquer vírus, nomeadamente o da Covid-19. Queres saber como fortalecer as tuas defesas? Este artigo é para ti, toma notas!

Falar de flora ou microbiota intestinal é falar de mais um órgão, que tem funções próprias e que se relaciona com o resto do nosso organismo. Além disso, está diretamente relacionado com o nosso sistema imunitário.

Como referíamos há pouco, o nosso corpo é composto por microrganismos e a maioria deles são bactérias, entre as quais predominam as chamadas “bactérias boas”, como Lactobacillus e Bifidobacterium.

Que benefícios proporciona a flora intestinal ao corpo?

A tua flora bacteriana proporciona numerosos benefícios para a tua saúde, a tal ponto que a tua vida seria praticamente impossível sem a sua presença. Além disso, a quantidade dessa microflora intestinal varia ao longo da vida e dependerá da alimentação, do stress, das alterações hormonais, de certas doenças, do uso de antibióticos e de outros medicamentos.

As principais funções da flora intestinal são:

  • Proteger-nos da ação de bactérias nocivas ou patogénicas que possam causar infeções (as bactérias da flora aderem à mucosa intestinal e produzem substâncias antimicrobianas).
  • Produzir ácidos gordos de cadeia curta (AGCC), que acidificam o lúmen do intestino, inibindo o crescimento de bactérias patogénicas. Os AGCCs também fornecem energia ao epitélio intestinal.
  • Permitir a digestão correta de alimentos com fibras vegetais, lipídos, lactose, etc.
  • Sintetizar vitaminas do grupo B e vitamina K.
  • Fortalecer e estimular o sistema imunitário (o sistema imunitário intestinal é a parte mais extensa do nosso sistema imunitário).
  • Ajudar na correta absorção de cálcio, magnésio e ferro.

O que acontece quando a flora intestinal é alterada?

Se a flora intestinal for alterada ou perder o equilíbrio, o que achas que pode acontecer?

  • A capacidade de absorção de nutrientes é reduzida.
  • Os mecanismos de defesa do trato digestivo são alterados.
  • Podem desenvolver-se bactérias patogénicas com consequências negativas na nossa saúde, como: diarreia, gases, inchaço, peso e prisão de ventre.

Vários estudos realizados na última década associam a deterioração da flora intestinal ao risco de múltiplas doenças, tais como:

  • Alergias e asma
  • Diabetes e obesidade
  • Doenças cardiovasculares
  • Cancro do cólon
  • Doenças inflamatórias intestinais

Que defesas possui o nosso corpo face às infeções?

O nosso organismo possui defesas naturais que nos protegem contra agressões externas, como as produzidas por microrganismos patogénicos. As defesas são de dois tipos: externas, como as encontradas na pele e nas membranas mucosas (da boca, vias respiratórias, intestinal, sistema urinário), e internas, como os glóbulos brancos (neutrófilos, monócitos e linfócitos) que circulam no sangue, produzindo substâncias que ajudam a combater os germes invasores.

A flora intestinal faz parte das nossas defesas

A microbiota intestinal faz parte das nossas defesas externas. Além disso, possuímos bactérias benéficas em todas as membranas mucosas e na nossa pele, atuando de múltiplas formas para ajudar na configuração do complexo sistema imunitário.

Por um lado, são capazes de agir contra outros microrganismos patogénicos apenas através da competição pelos seus nutrientes; aderindo às células onde esses germes teriam que se fixar para iniciar a sua infeção; ou pela produção de bacteriocinas, ou proteínas que inibem o crescimento desses germes.

Lembra-te de que, mesmo que sejas saudável, os probióticos poderão ajudar-te a fortalecer as tuas defesas, melhorar a eficácia das vacinas contra a gripe sazonal, prevenir infeções digestivas e respiratórias e melhorar as alergias ou intolerâncias.

Que fatores fragilizam as nossas defesas?

O stress, alguns hábitos quotidianos nocivos, certas doenças e tratamentos (como antibióticos), podem fazer desaparecer grande parte da população de lactobacilos e bifidobactérias. Isso pode levar a distúrbios graves em vários órgãos e sistemas. Por exemplo, um intestino no qual o número de lactobacilos diminuiu é capaz de sofrer de diarreia, má absorção de nutrientes e maior suscetibilidade a infeções.

Os probióticos reforçam as defesas em tempos de Covid- 19?

Os probióticos são microrganismos vivos que, quando administrados em quantidades adequadas, proporcionam benefícios para a saúde de quem os toma, pelo facto de ajudarem a melhorar a flora intestinal. Assim sendo, a resposta à pergunta é clara: sim, os probióticos contribuem para o aumento das nossas defesas.

Probióticos para aumentar as defesas: Lactoflora

Existem produtos probióticos, como os da linha Lactoflora®, que contêm lactobacilos e bifidobactérias que são usados ​​pelo organismo humano para fortalecer as defesas. Dada a vasta gama de produtos e tipos de lactobacilos, é necessário conhecer aqueles que realizaram estudos clínicos em humanos e que oferecem as máximas garantias. Por isso, é importante pedir aconselhamento a um farmacêutico, que saberá dar os melhores conselhos, além de manter hábitos saudáveis, para melhorar as defesas.

lactoflora protetor imunitário adultosNas linhas de probióticos Lactoflora®, encontramos Lactoflora® protetor imunitário adultos, ideal para restabelecer e manter o sistema imunitário, uma vez que a sua fórmula inclui os probióticos Lactobacillus plantarum CECT 7316 e CECT 7317, vitaminas (B9, B6, B12, A e C) e minerais (Zinco). Lactoflora® protetor imunitário é o aliado perfeito naquelas situações em que as nossas defesas podem estar comprometidas: mudança de estação, época de gripe, após vacinas em pessoas de idade, stress, alimentação desequilibrada e períodos de cansaço e de fadiga. É comercializado em cápsulas via oral e é adequado para intolerantes à lactose e celíacos.

Reme Navarro Escrivá

Farmacêutica e Nutricionista. Licenciada em Farmácia na Universidade de Valencia no ano 2007, Licenciada em Nutrição na mesma universidade em 2009. Dedicada ao mundo da saúde e da farmácia há mais de 15 anos. De reunião em reunião, na Atida eu escrevo este blog sobre temas que considero interessantes para a saúde e cuidado pessoal.

0 comentários

Deixa o teu comentário

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *