Mitos e verdades sobre os piolhos no regresso às aulas mais estranho dos últimos anos

,
Mitos verdades sobre os piolhos regresso às aulas

Perante o regresso às aulas mais estranho dos últimos anos, a nossa atenção centra-se em como será esse mesmo regresso, que mudanças acarretará, entre outros… mas não devemos esquecer-nos de certos riscos que já conhecíamos de anos letivos anteriores e que estarão presentes por mais um ano. E, neste caso, estamos a falar dos temidos piolhos. Neste artigo, queríamos fazer algo especial e falar-vos dos mitos e verdades acerca dos piolhos.

Como combater os piolhos

A maior dificuldade com os piolhos é que eles se reproduzem e se multiplicam muito rapidamente. É, por isso, fundamental estar atento e saber o que os piolhos podem causar no couro cabeludo dos mais pequenos. É também importante prestar atenção aos mitos sobre os piolhos que partilharemos contigo neste mesmo artigo.

 1. Vigiar a cabeça

A primeira coisa que deves fazer para combater o contágio de piolhos depois de voltar para a escola é “inspecionar” constantemente a cabeça dos teus filhos. Verifica diariamente se está limpa e sem piolhos ou lêndeas, principalmente quando existir algum surto de piolhos na escola.

 Não te esqueças de verificar a área da franja, a raiz e atrás das orelhas.

 2. Aplicar repelentes de piolhos

Aplicar repelentes de piolhos é outra das formas mais seguras de prevenir a propagação dos piolhos na escola. Felizmente, em Mifarma podes encontrar muitas opções de loções, champôs e tratamentos completos que funcionam muito bem nesses casos e que são seguros de usar.

 3. Prestar atenção à comichão

Um dos sinais mais óbvios que anunciam a presença de piolhos é a comichão. Se te aperceberes que os teus filhos estão constantemente a coçar o couro cabeludo, está na hora de fazer uma revisão minuciosa para ver o que é, pois também pode ser um sinal de dermatite, uma alergia a um produto capilar que a criança está a usar ou até mesmo caspa.

 Por que é que os piolhos provocam comichão? Essas comichões são basicamente produzidas  pela saliva gerada pelo piolho no couro cabeludo para se alimentar.

 4. Evitar que os teus filhos partilhem roupas e acessórios

Os piolhos não voam nem saltam, andam rapidamente de um elemento para outro. Por isso, é importante estares atent@ para que os teus filhos não partilhem roupas, chapéus, cachecóis, toalhas ou escovas com outros colegas de turma.

 Lembra-te de que uma única criança pode infetar muitas outras, por isso, é importante que peças aos teus filhos que evitem o contacto direto ou “cara a cara” com outras pessoas.

 No caso das meninas, recomenda-se sempre usar o cabelo preso e os meninos o mais curto possível.

 5. Aplicar um tratamento profundo uma vez por semana

Escolhe um dos tratamentos do mercado e aplica-o uma vez por semana. Em geral, esses tipos de tratamentos são loções que são aplicadas no cabelo molhado e que devem ser deixadas no mesmo durante cerca de 15 a 20 minutos.

Depois, poderás melhorar ainda mais a prevenção com um champô especial e pentear o cabelo com um pente normal ou pente especial. Evita secar o cabelo com ar quente e tenta repetir o tratamento de acordo com as instruções do mesmo.

6. Desinfetar toalhas, lençóis e outros utensílios

Guardar as toalhas ou almofadas dos teus filhos também poderá ajudar a prevenir o aparecimento de piolhos e a sua reprodução em casa. Por esse motivo, recomendamos que laves as almofadas, bonés, chapéus e toalhas dos teus filhos todas as semanas a uma temperatura superior a 60 graus.

Lembra-te de verificar também os pentes, escovas, ganchos, elásticos ou qualquer outro tipo de acessório que as crianças usem.

Mitos e verdades sobre piolhos

De certeza que já ouviste muitos desses mitos acerca dos piolhos, embora alguns outros te surpreenderão. Presta muita atenção!

Não saltam, nem voam

É um erro pensar que os piolhos saltam. O que eles fazem é andar, e muito rápido. Isso permite que eles se movam de uma cabeça a outra através de objetos infetados ou contacto direto.

Não são sinónimo de falta de higiene

Se tens piolhos, é porque estás sujo! Falso! Quantas vezes já ouviste isso na escola? É comum acreditar que crianças ou pessoas com má higiene capilar têm piolhos, mas isso não é verdade. Os piolhos preferem cabelos limpos a cabelos sujos (e cabelos lisos a cabelos encaracolados).

O vinagre não os mata

Já ouviste certamente falar que os piolhos morrem com vinagre, mas vários estudos demonstram que não. Costuma ser um dos remédios naturais mais comuns, mas a sua eficácia (mesmo com lêndeas) é uma das mais baixas.

Animais não são transmissores

Os piolhos humanos não podem infetar animais ou vice-versa, pois são específicos de cada espécie. Nesse caso, eles só podem ser transmitidos de humano para humano ou por terem estado em contacto com um objeto no qual poderiam ter permanecido como escovas, almofadas, chapéus…

Não tenhas medo de voltar para a escola! Tenta seguir todas essas dicas e verás como os teus filhos estarão protegidos contra piolhos durante todo o ano letivo. Muita força para o regresso às aulas!

Reme Navarro Escrivá

Farmacêutica e Nutricionista. Licenciada em Farmácia na Universidade de Valencia no ano 2007, Licenciada em Nutrição na mesma universidade em 2009. Dedicada ao mundo da saúde e da farmácia há mais de 15 anos. De reunião em reunião, na Atida eu escrevo este blog sobre temas que considero interessantes para a saúde e cuidado pessoal.

0 comentários

Deixa o teu comentário

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *