Mitos e verdades sobre jantar fruta

,
jantar fruta mitos verdades

Sabemos que este verão te apanhou desprevenid@! Após mais de dois meses fechados em casa, a saúde também sofreu algumas consequências devido a alguns maus hábitos adquiridos durante esse período. O sedentarismo e o aumento da ingestão de alimentos foram os principais fatores para pequenas alterações corporais.

Jantar fruta, sim ou não?

Agora que o verão chegou, bem como os dias em biquíni e as roupa leves, apercebes-te de que não tens o corpo que desejavas ter. É precisamente aí que começam outras más práticas para tentar compensar esses excessos e obter o tão desejado “bikini body”. Dietas rigorosas, ausência de refeições ou de alimentos proibidos ao jantar são as dicas mais comuns para obter o peso ideal. 

O jantar é o momento mais controverso para aqueles que querem emagrecer. Muitas pessoas têm as suas próprias crenças sobre os alimentos proibidos e corretos antes de se deitarem. Um dos debates mais recorrentes é se jantar fruta à noite engorda. Porquê? Muitos dizem que engorda, porque são carboidratos e açúcares que não se conseguem queimar enquanto se dorme. Outros negam argumentando que são alimentos baixos em calorias. Mas, afinal, quem tem razão? Jantar fruta engorda? Hoje, em Mifarma, desmistificamos certos mitos e contamos-te toda a verdade.

Nutrientes da fruta

Antes de detalharmos se a fruta engorda ou não, queremos, num primeiro momento, centrar-nos em todos os nutrientes e benefícios da mesma. Agora que estamos no verão, temos ao nosso alcance uma grande variedade de frutas deliciosas e muito saciantes. Além disso, contêm uma grande quantidade de anti-oxidantes e anti-inflamatórios naturais fundamentais para combater o sol e o calor. 

Temos a certeza de que sabes qual a quantidade recomendada de frutas: cinco porções diárias. Esta quantidade refere-se às frutas e legumes que devemos ingerir ao longo do dia. Cumprir com esta recomendação permite assegurar a dose necessária de vitaminas, minerais, oligoelementos e outros nutrientes. Tudo isso? Sim! As frutas são uma grande fonte de nutrientes. Todas têm as suas características próprias relativamente à sua composição, mas coincidem no seguinte:

  • Água: entre 80 % e 90 %
  • Fibra alimentar: entre 1 % e 5%.
  • Vitaminas: A, B, C e E.
  • Minerais: potássio, magnésio ou fósforo (entre outros).
  • Antioxidantes: antocianinas, resveratrol ou flavonóides (entre outros).
  • Glúcidos: a frutose, a glucose ou a sacarose (açúcar natural).
  • Calorias: 80 calorias/100 gramas (média de todas as frutas).

Principais benefícios de comer fruta

Como te foi possível comprovar, comer fruta proporciona ao nosso organismo uma grande quantidade de nutrientes necessários e de qualidade. Diferentes estudos relacionam o consumo de frutas com a baixa incidência de doenças, especialmente as cardiovasculares. Que outros benefícios tem a fruta na saúde?

  • Regula o nosso sistema imunitário;
  • Previne doenças cardiovasculares, neurodegenerativas, digestivas e alguns tipos de cancro;
  • Melhora o trânsito intestinal e evitam prisões de ventre;
  • Evita a retenção de líquidos;
  • Desintoxica o organismo estimulando a função hepática e renal;
  • Ajuda a combater o excesso de peso e a obesidade;
  • Combate o envelhecimento prematuro da pele.

Os nutricionistas recomendam consumir frutas da época, porque, além de serem mais baratos, serão de maior qualidade. Além disso, contribuirás para a preservação e conservação do meio ambiente. No verão, as frutas e legumes da época são: o abacate, o alperce, a nêspera, a cereja, a ameixa, a framboesa, o figo, o pêssego, a pera, o melão e melancia. 

Falsos mitos sobre a fruta

Agora que já desvendámos alguns dos melhores frutos para o verão e os seus benefícios, queremos partilhar contigo estes “falsos mitos” sobre a fruta, que já ouviste certamente e acreditaste neles: 

  1. A fruta emagrece. Provoca um efeito saciante, mas não emagrece por si só.
  2. É melhor comer uma peça de fruta antes da refeição. Não existem evidências que comprovem que se consumirmos fruta antes de qualquer refeição, engordaremos menos.
  3. É melhor não misturar frutos. A sério que queres deixar de desfrutar de um mix de sabores incrível? Não acredites em tudo que te dizem!
  4. Apenas uma peça de fruta por dia. Nada disso!
  5. Jantar fruta engorda. Era mesmo aí que queríamos chegar! Abordamos este falso mito sobre a fruta mesmo a seguir. O que irás descobrir é super interessante! 

Comer fruta à noite engorda?

Sabendo agora todos os benefícios que a fruta proporciona à nossa saúde, afinal, é bom jantar fruta? Engorda? Isso depende. Podes efetivamente comer fruta a qualquer hora do dia sem medo de engordar. O único problema é que durante a noite reduz-se o gasto calórico. Por essa mesma razão, a frutose (açúcar) e os carboidratos não são muito bem-vindos a essas horas. No entanto, não está cientificamente comprovado que a fruta engorda dependendo da hora em que é ingerida. Uma coisa é certa: a quantidade de fruta será sempre um fator determinante. 

Se queres perder gordura, deves reduzir as calorias consumidas. Esta é a base principal para conseguir o teu objetivo. Sabes portanto que o indicador será a quantidade de calorias consumidas ao final do dia. Não é, no entanto, novidade que as melhores horas para comer fruta é de manhã e ao lanche. Nessas horas, costumas ter o estômago mais vazio e absorves melhor todos os seus nutrientes. Por outro lado, os especialistas recomendam jantar duas ou três horas antes de dormir para se poderem digerir corretamente os alimentos.

Podes então jantar fruta sem problema. No entanto, se o que procuras é jantar algo leve para emagrecer, deves ter em atenção o seguinte:

  • Não comas sempre o mesmo para evitar o défice de nutrientes;
  • Combina a fruta com os legumes. Os legumes contêm menos açúcar e proporcionam nutrientes semelhantes;
  • Não te esqueças da proteína. Inclui o ovo, o peixe e as carnes magras nos teus jantares. Ficarás muito mais saciado!;
  • Consome lacticínios, ajudam na digestão e favorecem o sono.

Por que motivo não se deve comer apenas fruta à noite? 

Já explicamos que se pode jantar fruta à noite, mas o mais recomendado é combiná-la com outros alimentos, durante esse mesmo jantar ou durante a semana. Explicamos-te os motivos: 

  • Sacia durante poucas horas. A noite é longa e é provável que acordes com fome a meio da noite;
  • Proporciona muitos nutrientes, sim, mas poderás depois ter um défice de outros nutrientes;
  • Terás um excesso de frutose constante que se poderá converter em gordura;
  • Digestões lentas e produção de gordura. Algo nada agradável para dormir tranquilamente.

Esperamos que as tuas dúvidas sobre o debate “fruta: sim ou não” para jantar tenham ficado esclarecidas. Não te esqueças de que é fundamental seguir uma alimentação variada e equilibrada diariamente. A noite é mais um momento do dia, não é o  momento decisivo. Agora, conta-nos tudo: achavas que a fruta engordava mais à noite? Costumas evitar jantar? Partilha tudo connosco! Shhhhhht! Não contaremos nada a ninguém!

Reme Navarro Escrivá

Farmacêutica e Nutricionista. Licenciada em Farmácia na Universidade de Valencia no ano 2007, Licenciada em Nutrição na mesma universidade em 2009. Dedicada ao mundo da saúde e da farmácia há mais de 15 anos. De reunião em reunião, na Atida eu escrevo este blog sobre temas que considero interessantes para a saúde e cuidado pessoal.

0 comentários

Deixa o teu comentário

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *