Dia Mundial da Alergia: como tratá-las no verão

,
dia mundial alergia verao

Quem disse que os sintomas das alergias aparecem apenas durante a primavera? Nada disso! Durante o verão, também podes sofrer de vários tipos de alergias que podem até chegar a “estragar” uma das melhores épocas do ano! No Dia Mundial da Alergia, revelamos-te quais são as mais comuns nestes meses de verão. 

Borbulhinhas quando apanhas sol? Pode ser alergia ao sol!

Já alguma ouviste, com certeza, a expressão “alergia ao sol“. Esta reação denomina-se como “erupção polimorfa solar“, ou seja, ocorre quando aparecem pequenas borbulhas na pele.  Estas erupções cutâneas aparecem após a exposição solar, por outras palavras, depois de teres apanhado um pouco de sol. Esta peculiar reação produz-se mais intensamente no início do verão, quando aumenta a nossa exposição solar. Normalmente, a alergia produz-se com menos frequência à medida que o verão vai avançando. De qualquer forma, não te preocupes, este tipo de alergias costuma desaparecer com o passar dos dias. Se sofres deste tipo de reação, aconselhamos-te a que utilizes protetores solares com um fator elevado (mais de 30). Existem vários protetores solares que te podem ajudar a evitar este tipo de reação. Aconselhamos-te também a expores-te ao sol durante períodos mais curtos, sendo que não é recomendado estares mais de três horas seguidas a apanhar sol! 

Sentes comichão quando te sentas na relva?

Se alguma vez sentiste comichão ao sentares-te na relva, o mais certo é que tenhas alergia. Se és mais de passeios na montanha, esta alergia pode ser uma grande chatice! A alergia ao pólen da relva ocorre normalmente em finais da primavera e durante o verão. Os sintomas que produz este tipo de alergia são:

  • Espirros;
  • Olhos lacrimejantes, ardor e picor;
  • Mucosidade;
  • Comichão na garganta;
  • Dificuldades em respirar;
  • Dores de cabeça;
  • Fadiga.

Se sofres deste tipo de alergia, Mifarma aconselha-te a recorreres a um médico para que o mesmo te possa receitar o tratamento mais adequado. 

Alergia aos cremes, sim, existem!

Quem não mudou já de creme alguma vez? Mudaste provavelmente para experimentar um novo ou porque o que utilizavas já não te agradava. Esta alteração pode trazer consequências como, por exemplo, uma reação alérgica. Por que motivo um novo creme pode causar alergia? Porque pode conter ingredientes aos quais não estiveste expost@ anteriormente. Por esse mesmo motivo, é muito importante ler os ingredientes dos cremes e verificar os seus prazos de validade. 

As piscinas também podem provocar reações alérgicas?

É sabido que a alergia ao cloro existe, mas também podem existir reações em pessoas que não têm alergia ao cloro. Alguma vez sentiste irritações nos olhos ou na pele causadas pela água da piscina? Não te preocupes, este tipo de reações são bastante comuns. O corpo reage naturalmente a certos produtos que já são irritantes por si próprios. Depende principalmente de três fatores: 

  • Quantidade de produto colocado na piscina;
  • Sensibilidade da pele;
  • Tempo que estás em contacto com a água.

Isto não significa que nunca mais possas ir à piscina. O que deverias fazer antes de dar um mergulho é proteger-te corretamente com protetores ou óleos. Se não o costumas fazer, uma boa opção é comprar tratamentos como cremes com corticóide para aliviar a pele. Estes cremes ajudarão a aliviar a comichão que pode provocar a água da piscina.

Alergias alimentares, as que estão sempre presentes. 

Estas alergias não são nenhuma novidade! Muita gente sofre de reações alérgicas a certos tipos de alimentos. Seja amendoim, mariscos, entre outros. Infelizmente, este tipo de alergias está presente durante todo o ano. É sabido que, dependendo das estações do ano, devemos ter mais cuidado com determinados alimentos. As frutas como os pêssegos e as cerejas podem provocar reações alérgicas durante o verão. 

Alergia às picadas de mosquitos, existem?

Embora nos pareça que existam alergias às picadas de mosquitos em determinadas alturas, não é ainda certo se as mesmas podem ser efetivamente denominadas como “alergia”. Muitas pessoas já passaram alguma vez por uma grande inflamação provocada por uma picada. Este tipo de reação dá lugar a confusões. Normalmente, a picada do mosquito tigre costuma provocar um inchaço maior do que o normal. Esta reação deve-se à saliva que deixa no nosso corpo ao picar-nos, ou seja, liberta uma espécie de “veneno”. Este tipo de reações não costuma ser perigosa para as vidas humanas. Além disso, também são bastante fáceis de tratar. Existem numerosos cremes para tratar a comichão originada por picadas.  

Já partilhámos com vocês algumas das várias alergias de verão. Gostaríamos de conhecer a tua experiência, já alguma vez sofreste de algum tipo de alergia? Se sim, conta-nos como foi a tua experiência! Teremos todo o gosto em ler os vossos comentários!

Reme Navarro Escrivá

Farmacêutica e Nutricionista. Licenciada em Farmácia na Universidade de Valencia no ano 2007, Licenciada em Nutrição na mesma universidade em 2009. Dedicada ao mundo da saúde e da farmácia há mais de 15 anos. De reunião em reunião, na Atida eu escrevo este blog sobre temas que considero interessantes para a saúde e cuidado pessoal.

0 comentários

Deixa o teu comentário

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *