COMO ESCOLHER O SOLAR PERFEITO

,
como escolher o solar perfeito

Tomar sol no verão é uma tentação que a maioria de nós não pode evitar. Além de ser um momento de relaxamento e uma opção de lazer, não podemos esquecer que os raios do sol nos ajudam a sintetizar a vitamina D. Portanto, é uma atividade muito saudável. De qualquer forma, para aproveitar o banho de sol é essencial que escolhamos o local certo, o que garante a maior proteção possível para a pele.

 

COMO ESCOLHER O MELHOR PROTETOR SOLAR

Quando vamos comprar um filtro solar, sempre olhamos para o seu FPS para garantir uma boa proteção. Obviamente, é um fator muito importante, mas não é o único que devemos levar em conta ao escolher o melhor protetor solar. Vale a pena também valorizar outras características que influenciarão a proteção da pele:

1. O FOTOTIPO DA PELE

Isso nos diz como a pele responderá ao sol. Sabemos que existem 6 tipos de pele básicos:

– Fototipo I, correspondente a pessoas com pele clara, sardas e olhos azuis. Eles queimam muito facilmente e são muito sensíveis ao sol. Este tipo de epiderme nunca se bronzeia

– Fototipo II. É que as pessoas com pele clara, sardas, cabelos loiros e olhos azuis. Dificilmente fica muito ardor e broncearse.

– Fototipo III, em pessoas com pele branca, cabelo castanho e azul, verde, cor de avelã ou olhos castanhos. bit e epiderme Tan queima certa facilidad.

– Fototipo IV. As pessoas com este tipo de pele ligeiramente escura, cabelo e olhos escuros se bronzeiam facilmente e se queimam muito pouco.

– Fototipo V, correspondendo a pessoas com pele escura que tan facilmente e raramente queman.

– Fototipo VI, é o povo de pele negra, e não nunca

Dependiendo queima o tipo de pele que você tem e da época do ano, quando nos encontramos – e, portanto, a intensidade do sol – nós mudar o nosso protetor solar. SPF: Solar Protection Factor, por sua sigla em inglês. Marque o tempo durante o qual sua pele será protegida.

Por exemplo, um FPS 15 irá permitir-lhe estar no sol 15 vezes mais do que o que rapidamente iria queimar se você não estava usando nenhuma proteção.

2. O FACTOR DE PROTEÇÃO SOLAR

Claro, não podemos ignorar o FPS ao escolher um filtro solar. É o indicativo que nos permite saber quanto tempo podemos nos expor ao sol sem sermos queimados. Devemos estar cientes, no entanto, que são dados indicativos, que devemos nos qualificar com outros fatores, como o fototipo de pele ou o espectro de proteção.

3. O ESPECTRO DE PROTEÇÃO

É outro aspecto que devemos considerar antes de escolher um filtro solar. Estes produtos podem ser de “amplo espectro” ou “espectro muito amplo”, dependendo se eles protegem apenas dos raios UVA ou também incluem UVB.4 em seus efeitos. A resistência à água é outro fator a ser lembrado, pois é interessante optar por um produto que nos permita tomar banho sem perder sua proteção.

Um índice de FPS elevado não significa que ele proteja a pele contra os raios UVA. A gama Bioderma Photoderm inclui a patente Bioproteção Celular, que garante proteção ativa cobrindo todo o espectro solar. Além disso, atua em profundidade protegendo o DNA em até 99%.

 

FILTROS DE PROTEÇÃO SOLAR

Devemos também levar em conta a composição dos filtros biológicos antes de escolher o filtro solar que queremos adquirir.

-Os filtros solares químicos, ou protetores solares, penetram as camadas da pele absorvendo a radiação solar e impedindo que ela danifique a pele.

-Os filtros solares físicos, conhecidos como protetores solares, são produtos feitos a partir de pós minerais que criam uma barreira externa na pele que impede a passagem dos raios solares.

 

-Os filtros solares biológicos são de origem natural e os mais utilizados são as vitaminas A, C e E. Estes dois últimos são de vital importância, pois aplicados à pele proporcionam uma poderosa ação contra os radicais livres retardando o envelhecimento cutâneo. Eles têm um alto nível de proteção, mas são muito eficazes na prevenção da formação de radicais livres. Eles são excelentes potenciadores de outros protetores solares.

EMBALAGEM E FORMATO

Por fim, ao comprar um protetor solar devemos levar em conta também sua embalagem, especialmente que ele é efetivo na hora de proteger o conteúdo e que nos permite uma dosagem fácil.

Além disso, a escolha do formato nos ajuda a escolher o produto que É mais funcional e eficaz para cada caso:

O creme é o formato mais clássico. No caso de um baixo FPS, ele é absorvido muito rapidamente, mas produtos com alto fator de proteção tendem a ter uma textura bastante pesada, o que dificulta sua aplicação, além de poder protegê-lo em óleo.

No momento não deixam uma aparência gordurosa e recomendam-se para pessoas que têm pele seca ou muito seca.

 

Os protetores de gel são mais leves, mas devemos ter em mente que às vezes eles podem ser um pouco oleosos.

 

Aerossóis ou névoas são os mais modernos e fáceis de aplicar. Eles são especialmente recomendados para pessoas com pele oleosa.

E você, que tipo de protetor solar você prefere usar?

Reme Navarro Escrivá

Farmacêutica e Nutricionista. Licenciada em Farmácia na Universidade de Valencia no ano 2007, Licenciada em Nutrição na mesma universidade em 2009. Dedicada ao mundo da saúde e da farmácia há mais de 15 anos. De reunião em reunião, na Atida eu escrevo este blog sobre temas que considero interessantes para a saúde e cuidado pessoal.

0 comentários

Deixa o teu comentário

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *