COMO ALIVIAR A DOR DE OUVIDO EM CRIANÇAS

,
melhorar dor de ouvido crianças

melhorar dor de ouvido crianças

 

Um dos distúrbios mais desagradáveis ​​para os pequenos é a dor de ouvido. Além do desconforto que isso causa, devemos ter em mente que, em certas idades, é difícil explicar como elas se sentem e isso aumenta ainda mais o sentimento de estresse e frustração. Aprender como podemos aliviar a dor de ouvido em crianças nos ajudará a resolver essa situação o mais rápido possível.

UM PROBLEMA FREQUENTE

O que geralmente sabemos “como uma dor de ouvido” é, na realidade, otite ou infecção no ouvido médio. É uma das causas mais comuns de atendimentos de emergência.

A maioria dos casos de otite ocorre em crianças com até 10 anos de idade, e aqueles com menos de 18 meses são os que têm a maior probabilidade de sofrer com esta doença.

A otite tem sua origem em uma infecção das trompas de Eustáquio. Um resfriado simples pode fazer com que esse tubo fique bloqueado e o fluido se acumule nele. Se acrescentarmos a isso o fato de que as crianças têm um sistema imunológico mais fraco, podemos entender a facilidade com que esse distúrbio ocorre.

 

REMÉDIOS PARA A DOR DE OUVIDO EM CRIANÇAS

Naturalmente, a melhor maneira de aliviar a dor de ouvido em crianças é ir ao médico e seguir o tratamento farmacológico que nos prescreveu. Mas também podemos ajudá-lo a se sentir melhor se adotarmos algumas ações básicas.

Se quisermos amenizar a dor, devemos ter em conta que o desconforto será mais intenso quando se está deitado. Mantê-lo de pé ou segurando no colo fará com que o bebé ou a criança se sinta mais confortável. Nós também podemos recorrer a um par de travesseiros quando decidimos deitá-lo na cama ou berço.

Outro bom truque para acalmar a dor de ouvido em crianças é aplicar calor seco no ouvido, sob a forma de um pano quente. Vamos notar que o aumento da temperatura relaxará a criança.

 

SINTOMAS ASSOCIADOS COM A DOR DE OUVIDO

Além do desconforto da infecção, a otite pode causar febre, falta de energia e surdez leve. Além disso, os pais devem ter em mente que a dor de ouvido é uma sensação desagradável e muito difícil de ser explicada pelos pequenos. Portanto, é comum expressar o desconforto por meio de atitudes. É importante que permaneçamos atentos se estiverem inquietos, comerem mal, ficarem irritados ou tocarem seus ouvidos com frequência.

TRATAR A FEBRE

Se a criança tiver febre associada à dor de ouvido, podemos administrar um medicamento com função antipirética e banhá-la em água morna para baixar a temperatura. Colocar roupas leves irá ajudá-lo a sentir-se mais confortável.

CUIDADO COM A ÁGUA

Se a dor de ouvido for causada por otite que tenha supurado, devemos evitar o contato com a água o máximo possível. Tomar as maiores precauções possíveis ao tomar banho, usar protetores auriculares ou evitar lavar a cabeça ajudará a evitar que a situação piore.

Também, é importante que nós possamos acostumar-nos de agora em diante a secar as orelhas da criança bem e controlar mudanças em temperatura e correntes de ar. Resfriados também são um importante fator de risco.

Lembre-se de que, para acalmar a dor de ouvido em crianças, é essencial que elas se sintam confortáveis ​​e também é importante tentar baixar a febre. Com um par de dias de tratamento médico prescrito, e tomando cuidado com o contato com a água, a criança conseguirá curar-se da otite sem problemas.

 

PRODUTOS QUE PODEM SER GRANDES ALIADOS NO COMBATE À DOR DE OUVIDO

 

PROTETOR DE OUVIDOS PARA DUCHE E DEPORTO QUIES

 

acabar dor de ouvido criancas

 

AUDISPRAY JÚNIOR LIMPEZA DAS ORELHAS 

 

Reme Navarro Escrivá

Farmacêutica e Nutricionista. Licenciada em Farmácia na Universidade de Valencia no ano 2007, Licenciada em Nutrição na mesma universidade em 2009. Dedicada ao mundo da saúde e da farmácia há mais de 15 anos. De reunião em reunião, na Atida eu escrevo este blog sobre temas que considero interessantes para a saúde e cuidado pessoal.

0 comentários

Deixa o teu comentário

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *